USDA reduz produção e estoques de soja da safra nova dos EUA

Publicado em 12/09/2013 13:32 e atualizado em 12/09/2013 17:18
6297 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu novo relatório de oferta e demanda reduzindo suas estimativas para a safra dos EUA de soja e aumentando para o milho. 

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu novo relatório de oferta e demanda reduzindo suas estimativas para a safra dos EUA de soja e aumentando para o milho. 

Soja EUA - A nova safra de soja dos Estados Unidos foi revisada para baixo e estimada em 85,7 milhões de toneladas, contra 88,59 milhões de toneladas estimadas em agosto. Os estoques finais também foram reduzidos e passaram de 5,99 milhões para 4,08 milhões de toneladas. A produtividade também recuou em relação ao reportado no mês anterior, e passou de 48,3 para 46,72 sacas por hectare. 

O USDA reduziu ainda o número para o esmagamento de soja, que caiu, em um mês, 45,59 milhões para 45,05 milhões de toneladas. As exportações também apresentaram uma ligeira baixa de 37,69 milhões para 37,29 milhões de toneladas. As áreas plantada e colhida foram matidas em 31,24 milhões e 30,92 milhões de hectares, respectivamente. 

Soja América do Sul - Ao mesmo tempo em que reduziu a produção norte-americana, o USDA trouxe um significativo aumento para a safra brasileira de soja. A estimativa passou de 85 milhões para 88 milhões de toneladas. Já o número para a colheita argentina se manteve em 53,5 milhões de toneladas. 

Soja China - Para a China, o departamento norte-americano trouxe um pequeno recuo de 12,5 milhões para 12,2 milhões de toneladas. As importações da nação asiática, no entanto, foram mantidas em 69 milhões de toneladas. 

Soja Mundo - No cenário mundial, as estimativas do USDA para a produção e os estoques também foram revistas para baixo. A safra global foi projetada em 281,66 milhões de toneladas, contra 281,72 milhões do boletim anterior, e os estoques caíram de 72,27 milhões para 71,54 milhões de toneladas. 

Tabela Soja - USDA Setembro

Milho EUA - Enquanto vieram números menores para a safra 2013 de soja dos EUA, para o milho os principais indicativos vieram maiores do que os reportados no boletim de agosto

A produção norte-americana foi estimada em 351,64 milhões de toneladas contra 349,6 milhões de toneladas do relatório anterior. Os estoques e a produtividade também aumentaram passando, respectivamente, a 47,11 milhões de toneladas e 164,05 sacas por hectare. No reporte de agosto, esses números foram de 46,66 milhões de toneladas e 163,42 sacas por hectare. 

O uso do cereal para etanol foi estimado em 124,47 milhões de toneladas, em linha com o divulgado em agosto, e foram mantidas também as exportações em 31,12 milhões de toneladas. Ainda em linha com o reporte anterior, ficaram os números de área plantada e colhida, se mantendo em 39,42 milhões e 36,06 milhões de hectares. 

Milho América do Sul - Sobre os números da América do Sul, foi mantida a estimativa de 72 milhões de toneladas de milho para a safra do Brasil, mas reduzida de 27 para 26 milhões a colheita da Argentina. 

Milho China - A produção chinesa de milho também foi mantida e ficou em 211 milhões de toneladas. 

Milho Mundo - Apesar do aumento na produção dos EUA, a estimativa para a produção mundial do cereal caiu de 957,15 milhões de toneladas para 956,67 milhões de toneladas. Em contrapartida, os estoques finais globais foram revistos para cima de 150,17 milhões para 151,42 milhões de toneladas. 

Tabela Milho - USDA Setembro

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário