USDA: Área de plantio nos EUA pode ser revista com cenário adverso de clima, mostram expectativas

Publicado em 29/06/2015 16:50

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz,  nesta terça-feira (29), dois boletins importantes para o direcionamento do mercado internacional de grãos e, frente a isso, a ansiedade dos traders por esses novos números é grande. 
Um dos reportes é o de estoques trimestrais e deve, segundo esperam analistas, elucidar as informações sobre o real tamanho da safra 2014/15 norte-americana. 

Para a soja, as expectativas para os estoques trimestrais em 1º de junho variam de 16,438 s 21,038 milhões de toneladas, com uma média de 18,48 milhões. Em 2014, nesse mesmo período, o volume dos estoques foi de 11,022 milhões de toneladas. Em 1º de março, os estoques americanos foram reportados em 36,31 milhões de toneladas. 

E como acredita o analista sênior do site internacional DTN, Darin Newson, "a média das expectativas pré relatório para os estoques finais da soja é onde as coisas começam a divergir da realidade do mercado. A curva para a frente no mercado foi invertida durante toda a temporada, apesar de uma produção recorde", diz. 

"Os embarques para exportação continuam acontecendo em um ritmo acelerado e prestes a bater na projeção do USDA, bem como acontece com o esmagamento no país. A estimativa é de que os estoques fiquem, segundo a pesquisa da DTN, na casa de 18,34 milhões de toneladas, implicando em uma demanda trimestral de 17,61 milhões de toneladas, o que faria com que esse fosse o terceiro volume de estoques trimestrais de junho mais baixo dos últimos dez anos. Porém, a realidade pode não fazer nenhuma diferença pela simples razão de que ninguém, especialmente o USDA, parece saber quanto ainda há, realmente, de soja nas mãos", explica Newson. A única pista que temos é a curva positiva para os preços, o que indica, portanto, uma relação de oferta x demanda mais apertada do que em todo o ano comercial", afirma o analista.

No caso do milho, as estimativas do mercado para os estoques trimestrais dos EUA variam de 110,490 milhões a 119,380 milhões de toneladas. A média, portanto, fica em 115,748 milhões, bem acima do registrado no mesmo período do ano anterior, quando o volume reportado foi de 97,841 milhões de toneladas. 

Safra 2015/16 - Área de Plantio

Os traders apostam em uma área de plantio de milho a ser reportada em 36,072 milhões de hectares, com as expectativas variando de 35,653 milhões e 37,127 milhões de hectares. Em relação ao número reportado em março - 36,098 milhões de hectares, há uma pequena baixa, bem como se comparada à área plantada em 2014, também de 36,098 milhões.

Em seu último boletim mensal de oferta e demanda, o USDA reportou uma estimativa para a área colhida de milho da nova safra em 33,063 milhões de hectares e a produtividade do cereal em 174,5 sacas por hectare. 

Para a soja, porém, a expectativa dos analistas internacionais é de que os números sejam elevados em relação aos divulgados em março. A projeção é de que a área de plantio fique em 34,533 milhões de hectares, contra 34,251 milhões da previsão anterior. E em 2014, o cultivo da oleaginosa aconteceu em 34,251 milhões de hectares também. 

O USDA trouxe, no boletim de junho de oferta e demanda, a área colhida com soja podendo totalizar 33,872 milhões de hectares e o rendimento esperado em 51,6 sacas por hectare. 

Esses números, porém, tem sido muito discutidos pelo mercado, principalmente, por conta do clima adverso para a nova safra dos EUA no Meio-Oeste do país. O excesso de chuvas comprometeu severamente o plantio da soja e muitos campos de milho, os quais, em diversos estados, estão alagados e poderiam exigir o replantio. 

"Dado o quadro climático desde 1º de junho nos EUA, há de se perguntar: alguém vai considerar as projeções do USDA para a área de plantio? Se sim, por que?", questiona Darin Newson. "Os números para o milho apresentam uma possibilidade de serem ligeiramente menores do que os de março. Eles podem ter sido plantados ou podem estar debaixo d'água", acredita o analista da DTN. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário