USDA traz área e estoques trimestrais de soja e milho abaixo das expectativas

Publicado em 30/06/2015 13:14

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou nesta terça-feira (30) seu novo boletim de área de plantio da safra 2015/16 e os números de soja e milho ficaram abaixo das expectativas. 

A área de soja foi estimada em 34,44 milhões de hectares, 2% maior do que o registrado em 2014, porém, abaixo das expectativas do mercado, que tinha média de 34,533 milhões. Caso essa área se concretize, será recorde no caso da oleaginosa. 

Para o milho, o USDA estimou a área para 2015 e, 35,89 milhões de hectares, 2% menor do que a do ano passado e bem abaixo do que os 36,072 milhões de hectares projetados pelo mercado. Esta área, ao se concretizar, seria a menor desde 2010 nos Estados Unidos. 

Estoques Trimestrais

O USDA trouxe ainda seus números para os estoques trimestrais de soja e milho em 1º de junho nos EUA e, assim como no caso da área de plantio da nova, os dados também vieram abaixo das expectativas médias do mercado. 

Os estoques trimestrais de soja foram estimados pelo departamento em 17,01 milhões de toneladas, contra a média das projeções de 18,48 milhões de toneladas. Em março, os números eram de 36,306 milhões de toneladas. Em relação a junho de 2014, o volume é 54% maior. 

Sobre o milho, o USDA trouxe os estoques trimestrais em 112,928 milhões de toneladas, bem abaixo da média das expectativas dos traders, que era de 115,748 milhões de toneladas, 15% maiores do que o total no mesmo período de 2014. Em março, os estoques norte-americanos estavam de 196,723 milhões de toneladas.  

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Pedro E. Neto Gaviao Peixoto - SP

    Saudações aos companheiros agricultores e a todos do Noticias Agrícolas... sou agricultor e acompanho diariamente este belíssimo e envolvente meio de comunicação. Mas a chamada dessa noticia foi demais né "preços da soja explodem em Chicago". Por volta de julho a setembro de 2014 o USDA, com os relatórios, derrubaram o preço da soja em mais de 3 dólares por bushel, preços que eram praticados em torno de 12 dólares desde 2012..., diante do quadro ainda não é muito animador a referida noticia... vamos ver se melhora ainda mais..., o que esta dando uma sustentabilidade nos preços ainda é o cambio, mas de que adianta, uma vez que os produtos que utilizamos são cotados em dólares. Abraço a todos e desculpe o desabafo.

    0
    • Roberto Viel Lacerdópolis - SC

      Boa Noite a todos, Pedro estive lendo seu comentário, bem oportuno e verdadeiro, quando fala que o USDA Departamento de Agricultura dos EUA, derrubaram os preços entre Julho à Setembro,porque é entre safra para eles e o que ocorreu, os estoques estavam baixos e os compromissos eram grandes, ai compraram nosso soja barato para cumprir contratos com a China,Japão e outros mais. Nós temos que ficar mais atentos na hora de vender nossa safra, porque somos explorados por todos os lados, sem contar que corremos riscos com o clima todos os dias, todas as safras.Um grande abraço a todos. Até uma próxima.

      0
    • marcos afonso bellini Florínia - SP

      se nos produtores fomos seguir o que esses analista tipo pedro fala vamos ficar na miséria. o cara e mais perdido que cego em tiroteio.

      0