USDA: Vendas semanais de grãos e soja dos EUA ficam bem abaixo do esperado

Publicado em 06/01/2017 15:06
174 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou, nesta sexta-feira (6), um novo boletim semanal de vendas para exportação e os números da soja voltaram a surpreender o mercado. No entanto, dessa vez o impacto foi bastante negativo, já que na semana encerrada em 29 de dezembro, as vendas somaram apenas 87,7 mil toneladas da oleaginosa. Foram 87,7 mil da safra 2016/17 e mais 200 da 2017/18. 

O volume ficou bem abaixo das expectativas, que variavam de 800 mil a 1,2 milhão de toneladas, além de apresentar um recuo de 91% em relação à semana anterior e registrar a mínima em um ano. E a China continua sendo o principal destino da oleaginosa norte-americana. Ainda assim, o total já comprometido pelos EUA nesta temporada continua superando o ano anterior, com 47.972,7 milhões de toneladas e expectativa de que as exportações totalizem 55,79 milhões de toneladas. Nessa mesma época, na temporada 2015/16, as vendas eram de 37.949,8 milhões de toneladas. 

Os EUA venderam ainda mais 429,2 mil toneladas de milho, número que também ficou aquém do esperado, já que as projeções oscilavam entre 650 mil e 1 milhão de toneladas. Em relação à semana anterior, a baixa foi de 55%. O Japão se destacou como o maior comprador o grão norte-americano, respondendo por 161,4 mil toneladas. Com essa quantidade, as vendas acumuladas do país chegam, portanto, a 35.732,7 milhões de toneladas, contra 20.452,3 milhões da temporada anterior, nesse mesmo período, e frente às projeções de exportações totais de milho de 56,52 milhões de toneladas. 

Ainda de acordo os últimos números do USDA, as vendas semanais de trigo dos EUA foram de 183,7 mil toneladas, e também vieram abaixo do esperado, que era de 200 mil a 525 mil toneladas. Em relação à semana anterior, as vendas caíram 61%. As Filipinas, na semana em questão, foi a principal compradora. 

Derivados de Soja

O USDA reportou ainda as vendas semanais de 83,3 mil toneladas de farelo de soja, enquanto o mercado esperava algo entre 100 mil e 300 mil toneladas. O maior comprador foi o México. Já as vendas de óleo de soja superaram as expectativas - de 5 mil a 20 mil toneladas - e somaram 30,9 mil toneladas, com os mexicanos também respondendo pela maior parte das compras. Em ambos os casos, os volumes todos são da safra 2016/17. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário