USDA: Expectativas indicam ligeira redução nos estoques finais de soja e milho dos EUA e mundiais

Publicado em 11/01/2017 15:31 e atualizado em 11/01/2017 16:04
504 exibições

Nesta quinta-feira, 12 de janeiro, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz seus primeiro boletim mensal de oferta e demanda do ano. Além disso, serão reportados ainda os dados dos estoques trimestrais de grãos norte-americanos em 1º de dezembro de 2016, dados também bastante aguardados pelo mercado. 

A atenção é grande também sobre as novas projeções do departamento para a safra da América do Sul - a qual vem sofrendo com algumas adversidades climáticas em pontos importantes do Brasil e, principalmente da Argentina, onde as perdas já chegam a 5 milhões de toneladas e podem ser ainda maiores. 

Ao mesmo tempo, grandes expectativas ainda sobre as exportações de soja dos Estados Unidos na temporada 2016/17. Já há, de acordo com os reportes semanais do USDA, quase 90% do total estimado para ser exportado - 55,79 milhões de toneladas - da oleaginosa comprometidos, além de um volume recorde de embarques no acumulado do ano comercial, que é de mais de 34 milhões de toneladas. 

"O USDA poderia vir a revisar as exportações americanas desta temporada, já que há um total embarcado acumulado de 34,6 milhões de toneladas. Isso é um recorde, está bem acima do ano passado", acredita o analista de mercado da Agrinvest Commodities, João Schaffer. Assim, as expectativas são também, portanto, de uma redução dos estoques americanos. 

Veja as expectativas detalhadas do mercado para o reporte desta quinta-feira.

Produção dos Estados Unidos

A produção norte-americana de soja pode ser revista para cima, de acordo com o esperado, e chegar a 119,2 milhões de toneladas, contra 118,69 milhões estimadas em dezembro. O intervalo das projeções é de 118,09 e 120,84 milhões de toneladas. A produção 2015/16 foi de 106,85 milhões. 

Para o milho, a média esperada é de 386,05 milhões de toneladas, sendo ligeiramente menor do que o número de dezembro de 386,76 milhões de toneladas. As projeções são esperadas entre 381 milhões e 389,15 milhões de toneladas. A colheita anterior totalizou 345,48 milhões de toneladas. 

Estoques Finais do EUA

A média esperada para os estoques finais de soja norte-americanos é de 12,74 milhões de toneladas, e menor do o número do reporte anterior de 13,06 milhões de toneladas. Em contrapartida, o total esperado é bem maior do que os estoques de 2015/16 de 5,36 milhões de toneladas. 

Já para os estoques finais de milho, a baixa esperada é mais expressiva e o volume poderia cair de 61,04 milhões, estimados em dezembro, para 60,86 milhões de toneladas. As expectativas oscilam entre 56,04 e 71,12 milhões de toneladas. 

Estoques finais do Mundo

No quadro mundial, são esperados estoques finais de de soja em 82,5 milhões de toneladas, praticamente em linha com o número anterior de 82,9 milhões de toneladas. O mercado espera algo que fique entre 79,6 milhões e 84,8 milhões de toneladas. Na temporada anterior, a última projeção indicava 77,2 milhões de toneladas. 

Para o milho, o esperado são 221,9 milhões de toneladas, contra 222,3 milhões do reporte de dezembro, e as expectativas entre 218 milhões e 225 milhões de toneladas. Na safra 2015/16, os números do cereal foram estimados, em dezembro, em 209 milhões de toneladas.  

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário