USDA reduz em 1% soja e milho em boas/excelentes condições nos EUA

Publicado em 17/07/2017 17:14 e atualizado em 18/07/2017 14:20
4717 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe a atualização de seu reporte semanal de acompanhamento de safras e indicou uma piora de 1 ponto percentual no índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições para 61%. O mercado esperava uma correção de até 2 pontos percentuais. São ainda 28% das plantações em situação regular e 11% em condições ruins ou muito ruins. 

O índice do milho também recuou e, em uma semana, foi de 65% para 64% de lavouras em boas ou excelentes condições. As expectativas dos traders também era de uma redução de 1 a 2% no caso do cereal. O boletim aponta ainda para 25% da safra em condições regulares e 11% em situação ruim ou muito ruim. 

O reporte trouxe ainda a evolução do percentual de lavouras de soja na fase de florescimento de 34% para 52% na semana e de 7% para 16% entre as que estão na formação de vagens. No caso do milho, são 40% das plantações na fase de embonecamento. 

Sobre o trigo de primavera, o USDA apontou que há 34% das lavouras em boas ou excelentes condições apenas, contra 35% da semana anterior. 

A redução no índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições vem após um final de semana de chuvas localizadas e de volumes limitados no Meio-Oeste americano. Há uma boa parte do cinturão produtivo, portanto, que permanece seco e oferecendo condições desfavoráveis para o desenvolvimento da safra 2017/18. 

"Foram chuvas localizadas no Centro de Illinois, Norte de Illinois, Leste de Wisconsin e Noroeste de Ohio. Alguns sucintos índices pluviométricos também foram observados no Norte das Planícies, entretanto, ainda longe do necessário para melhorar a situação da região, que sofre de seca", explica.

AGR Fim de semana

Nos próximos cinco dias, algumas chuvas ligeiramente melhores poderiam ser observadas, mas também com seu potencial limitado. 

"O cenário de seca que já afeta os estados das Dakotas, Nebraska e Iowa pode ser amenizado com tempestades de chuvas intensas nos próximos 5 dias, com índices pluviométricos oscilando acima dos 20mm acumulados. No entanto, o restante da área sojicultora e milhocultora não apresenta grandes chances de chuvas significativas até 22 de julho", completa o analista da AgResource.

Na semana seguinte, as previsões indicam mais chuvas, porém, ainda limitadas e concentradas sobre a porção leste do Corn Belt. 

AGR 10 dias

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário