Soja: USDA reduz estimativas para a safra dos EUA e estoques finais

Publicado em 12/10/2017 13:04 e atualizado em 13/10/2017 12:21
5927 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou nesta quinta-feira (12) seu novo boletim de oferta e demanda mundial e dos Estados Unidos. Ao contrário das apostas dos participantes do mercado, o órgão revisou ligeiramente para baixo a produção de soja norte-americana na temporada 2017/18.

A perspectiva é que sejam colhidas 120,58 milhões de toneladas do grão nesta temporada. Em setembro, a projeção era de 120,59 milhões de toneladas e as apostas dos investidores estavam próximas de 121,03 milhões de toneladas. A produtividade também recuou de 56,57 sacas para 56,12 sacas por hectare.

Os estoques finais americanos ficaram em 11,72 milhões de toneladas, contra as 12,93 milhões de toneladas reportadas no mês passado. A expectativa do mercado era de 12,3 milhões de toneladas. O departamento ainda elevou a área plantada nesta temporada de 36,22 milhões para 36,5 milhões de hectares. Já a área colhida passou de 35,86 milhões para 36,22 milhões de hectares.

Safra mundial 2017/18

Nesta temporada, a projeção é que sejam colhidas 347,88 milhões de toneladas de soja no mundo. O número ficou abaixo do indicado em setembro pelo departamento, de 348,44 milhões de toneladas. Os estoques globais também cederam e passaram de 97,53 milhões para 96,05 milhões de toneladas. O número está bem próximo do estimado pelos investidores de 96,5 milhões de toneladas.

Safra do Brasil

No caso da safra brasileira, o órgão manteve as projeções para a produção e as exportações em 107 milhões de toneladas e 64 milhões de toneladas, respectivamente. Já os estoques finais registraram ligeira queda e recuaram de 22,5 milhões para 21,96 milhões de toneladas. 

Soja - Tabela de outubro - USDA

Milho

Para o milho, o USDA indicou a safra americana da temporada 2017/18 em 362,73 milhões de toneladas, acima do indicado no mês anterior, de 360,29 milhões de toneladas. O mercado apostava em uma safra próxima de 360,8 milhões de toneladas neste ciclo.

A produtividade das lavouras norte-americanas também foi revista para cima e subiu de 179,82 sacas para 181,82 sacas por hectare. Os estoques finais norte-americanos apresentaram ligeira alta e subiram de 59,31 milhões para 59,44 milhões de toneladas.

Safra da Argentina

Para a safra da Argentina, o USDA elevou os estoques finais de 4,57 milhões para 6,07 milhões de toneladas nesta safra. As exportações argentinas de milho foram estimadas em 29 milhões, frente as 28,5 milhões de toneladas projetadas em setembro. A produção foi mantida em 42 milhões de toneladas.

As projeções para a safra basileira ficaram em linha com o último relatório do departamento.

Safra mundial 2017/18

A produção global de milho deverá somar 1.038,8 bilhão de toneladas nesta safra. O número está acima do indicado em setembro pelo órgão, de 1.032,63 bilhão de toneladas. Os estoques finais foram estimados em 200,96 milhões de toneladas. Em setembro, o número  ficou em 202,47 milhões de toneladas. O volume também ficou abaixo do esperado pelo mercado, de 201,91 milhões de toneladas.

Milho - Oferta e demanda - USDA - outubro

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário