USDA reduz estoques finais de soja e milho dos EUA da safra 2018/19

Publicado em 12/06/2018 13:09 e atualizado em 13/06/2018 09:06
5494 exibições

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (12), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou seu novo boletim mensal de oferta e demanda. O órgão manteve a projeção para a safra americana de soja no ciclo 2018/19 em 116,48 milhões de toneladas. As estimativas dos investidores estavam entre 116,25 milhões a 120,56 milhões de toneladas.

Já os estoques finais americanos da nova temporada foram projetados em 10,48 milhões de toneladas. O número ficou abaixo do indicado no relatório anterior, de 11,29 milhões de toneladas e das expectativas dos traders, entre 10,61 milhões e 19,11 milhões de toneladas.

O departamento também manteve a projeção para a produtividade das lavouras de soja em 55 sacas por hectare nesta temporada. As exportações também ficaram em linha com o último reporte, de 62,32 milhões de toneladas.

A área cultivada com o grão no país permaneceu em 36,02 milhões de hectares e a área colhida em 35,69 milhões de hectares. As importações foram mantidas em 680 mil toneladas.

Brasil

O USDA elevou de 117 milhões para 118 milhões de toneladas a produção de soja no Brasil na temporada 2018/19. Os estoques finais do novo ciclo também subiram e passaram de 21,2 milhões para 23 milhões de toneladas.

Já as exportações foram estimadas em 72,95 milhões de toneladas de soja. Em maio, a projeção era de 72,3 milhões de toneladas.

Argentina

A produção da Argentina e as exportações de soja foram mantidas em 56 milhões de toneladas e 8 milhões de toneladas, respectivamente. Por outro lado, os estoques finais da nova safra apresentaram ligeira queda e recuaram de 29,69 milhões para 29,06 milhões de toneladas.

Mundo

Ainda no reporte, o USDA trouxe as suas projeções para a safra global de soja. A estimativa ficou em 355,24 milhões de toneladas, frente as 354,54 milhões de toneladas reportadas no mês de maio.

Os estoques finais de soja ficaram em 87,02 milhões de toneladas. O número está acima do indicado em maio, de 86,7 milhões de toneladas.

Tabela de Soja Junho - USDA

Milho - Safra 2018/19

Assim como na soja, a produção norte-americana de milho foi mantida em 356,63 milhões de toneladas. As apostas dos investidores giravam entre 356,64 milhões e 370,96 milhões de toneladas.

Os estoques finais americanos do cereal foram estimados em 40,07 milhões de toneladas. No último boletim, o número ficou em 42,73 milhões e as expectativas do mercado estavam entre 36,2 milhões e 45,47 milhões de toneladas.

A produtividade das lavouras de milho nesta temporada também foi mantida em 184,15 sacas por hectare. As estimativas estavam entre 183,2 sacas a 186,9 sacas por hectare.

O USDA também manteve as projeções para as exportações, área plantada, área colhida e as importações de milho da safra 2018/19.

Brasil

A produção de milho e as exportações brasileiras ficaram inalteradas em 96 milhões de toneladas e 31 milhões de toneladas, respectivamente. Já os estoques finais caíram de 9,62 milhões para 8,72 milhões de toneladas.

Argentina

No caso do país vizinho, as projeções também ficaram em linha com o boletim de maio.

Mundo

A safra global de milho foi estimada em 1.052,42 bilhão de toneladas no ciclo 2018/19. Em maio, a projeção era de 1.056,07 bilhão de toneladas.

Os estoques recuaram de 159,15 milhões para 154,69 milhões de toneladas.

Tabela USDA Junho - Milho

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário