USDA deve aumentar produtividade e produção de soja e milho nos EUA nesta 6ª (10)

Publicado em 09/08/2018 18:03
1431 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualiza seus números mensais de oferta e demanda no relatório a ser divulgado nesta sexta-feira, 10 de agosto, e o mercado, como tradicionalmente acontece, especula com as expectativas do mercado para os principais itens que poderiam ser corrigidos. 

E é neste reporte que o USDA traz seus primeiros números de produtividades baseados em pesquisas de campo.

"Tradicionalmente, o relatório de agosto não é necessariamente conhecido por sua precisão de previsão, uma vez que as plantações norte-americanas ainda estão em desenvolvimento. Mas, o relatório é conhecido por acordar traders de maus palpites após meses de análise dos dados das avaliações semanais das lavouras", explica o analista de grãos Todd Hultman, do portal norte-americano DTN The Progressive Farmer. 

Ainda assim, o especialista alerta para as margens de erro, que ainda são grandes nesse boletim, embora sejam um pouco mais consistentes para indicar para onde vai a nova safra e os preços depois desta sexta-feira.

EUA - Safra 2018/19

Produção - Para a produção 2018/19 de milho dos Estados Unidos, as expectativas do mercado variam de 360,95 a 374,42 milhões de toneladas, com média de 366,21 milhões. Em julho, o número veio em 361,46 milhões e, no ano passado, os EUA colheram 370,96 milhões de toneladas. 

Sobre a produção de soja, a média esperada é de 120,51 milhões de toneladas, maior do que a estimativa do boletim anterior, de 117,3 milhões. As projeções do mercado variam de 118,5 a 124,54 milhões de toneladas. A safra 2017/18 foi de 119,53 milhões. 

Produtividade - A produtividade do milho é esperada para vir variando de 181,8 a 188,5 sacas por hectare, com média de 184,42 sacas. Em julho, o número foi de 182,01 e, na safra anterior, de 184,73 sacas/ha. 

Para a soja, a média esperada é de 55,81 sacas por hectare, e as expectativas variam de 54,91 a 57,72 sacas por hectare. Em julho, o USDA estimou o rendimento da oleaginosa em 54,35 sacas. 

Estoques Finais -  Os estoques finais 2018/19 de milho dos EUA são estimados entre 37,01 e 46,03 milhões de toneladas, com média de 41,4 milhões. No mês anterior, o número veio em 39,42 milhões. 

Já para os estoques finais de soja dos EUA, o mercado espera algo entre 14,97 e 20,19 milhões de toneladas, com média esperada de 17,45 milhões. No mês anterior, o USDA estimava os estoques em 15,79 milhões de toneladas. 

EUA - Estoques Finais 2017/18

Para os estoques finais de milho 2017/18 dos EUA, as expectativas oscilam entre 48,26 e 54,28 milhões de toneladas, com média de 51,21 milhões. Se confirmada, a média será ligeiramente mais alta do que o número de julho, de 51,49 milhões. 

No caso da soja, a média esperada de 12,55 milhões é ligeiramente menor do que o número do reporte anterior, de 12,66 milhões de toneladas. As expectativas variam de 11,89 a 13,8 milhões de toneladas. 

Estoques finais mundiais

O USDA estima os estoques finais mundiais de milho da safra 2017/18 entre 188 e 192,6 milhões de toneladas, com uma média de 190,8 milhões. Em julho, esse número veio em 191,7 milhões. De soja, a média esperada pelo mercado é de 95,8 milhões de toneladas, em um intervalo que pode ficar entre 92 e 97 milhões. No mês passado, os estoques finais da safra velha de soja foram estimados em 96 milhões de toneladas. 

Da safra 2018/19, o intervalo esperado para o milho é de 146 a 158,2 milhões de toneladas, com média de 152,2 milhões. O número médio fica ligeiramente acima das 151,96 milhões de toneladas estimadas em julho. Para a soja, são esperadas 99,30 milhões de toneladas, na média, contra o número do reporte anterior de 98,27 milhões de toneladas. O intervalo esperado das expectativas é de 94 a 101,7 milhões de toneladas. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário