USDA de abril pode trazer aumento nos estoques finais de soja e milho dos EUA

Publicado em 08/04/2019 14:56
412 exibições

LOGO nalogo

Um novo relatório mensal de oferta e demanda será divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta terça-feira (9). O foco deverá permanecer sobre os números ainda da safra 2018/19, principalmente dos estoques finais norte-americanos. E isso acontece mesmo com os traders esperando pouco impacto dos números sobre o mercado neste momento. 

"As estimativas não deverão nos dizer nada do que já não saibamos, mesmo assim mantemos os olhos sobre elas. É apenas uma 'formalidade' de abril", diz o analista de mercado do portal americano DTN The Progressive Farmer, Todd Hultman. Os novos números chegam às 13h (horário de Brasília). 

Soja

O mercado espera um ligeiro aumento nos estoques finais de soja em comparação aos números de março. A média das projeções é de 24,85 milhões de toneladas contra 24,49 milhões do mês passado. Os números variam entre 23,05 e 28,9 milhões. 

Caso venham dentro deste intervalo, o impacto sobre as cotações deverá ser limitado. Alguma "surpresa negativa", segundo Hultmann, poderia vir de uma redução nas estimativas para as exportações americanas. A guerra comercial dos EUA com a China segue em curso, a demanda pela soja americana permanece bastante desaquecida e os números de embarques e comprometimento mostram o atraso do programa de exportações norte-americano.

Assim, o USDA espera ainda um aumento nos estoques finais mundiais passando de 107,2 para 108,4 milhões de toneladas. As expectativas do mercado variam de 106,5 a 114,6 milhões. "Caso este número se confirme, será 9% maior do que o do ano passado", diz o analista.

E Hultman completa dizendo que outra projeção que sinaliza esse aumento dos estoques globais é uma safra maior vinda da Argentina, com média projetada em 55,5 milhões de toneladas - contra pouco mais de 37 milhões do ano passado. Para o Brasil, a média das expectativas é de 116,1 milhões. Lembrando que a Conab também traz seu número atualizado nesta terça. 

Milho

Já para os estoques finais de milho se espera uma revisão para cima depois que os números dos estoques trimestrais - no dia 29 de março - ficaram bem acima das projeções do mercado. Os traders esperam algo entre 49,28 e 56,16 milhões de toneladas, com média de 51,13 milhões. 

O mercado espera também um aumento dos estoques finais de milho do mundo, os quais poderiam vir estimados entre 308,9 e 315,1 milhões de toneladas, com a média do intervalo em 312,4 milhões. Em março, o USDA trouxe os estoques em 308,5 milhões de toneladas. 

O boletim deverá também trazer safras de milho maiores na Argentina - 46,8 milhões - e no Brasil - 94,7 milhões de toneladas. No mês anterior, essas números vieram em 46 e 94,5 milhões de toneladas, respectivamente. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário