USDA reduz safras e estoques de milho e soja dos EUA na safra 11/12

Publicado em 11/08/2011 10:11 e atualizado em 11/08/2011 12:16 3092 exibições
O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou nesta quinta-feira (11) seu relatório mensal de oferta e demanda de agosto confirmando uma redução na safra 2011/12 de soja e milho dos Estados Unidos, bem como a área colhida, a produtividade e os estoques finais de ambas as commodities.

Para a oleaginosa, a estimativa de produção do departamento recuou de 87,77 milhões para 83,17 milhões de toneladas. O número ficou bem abaixo das expectativas do mercado, que eram de 86,38 milhões de toneladas.

O USDA reduziu ainda em 4,61% a produtividade média das lavouras norte-americanas de soja de 48,64 sacas  para 46,4 sacas por hectare. A área colhida também foi reduzida de 30,07 milhões para 29,87 milhões de hectares.

Milho - Assim como a soja, a safra de milho também sofreu redução. O departamento estima uma produção de 328,03 milhões de toneladas ante as 342,15 milhões de toneladas estimadas em julho. O volume ficou bastante abaixo das expectativas do mercado, que apostavam em uma redução, porém, para 332,32 milhões de toneladas.

O rendimento médio do milho foi drasticamente reduzido de 166 para 160,4 sacas por hectare, uma baixa de 3,59%. A área colhida também sofreu redução - de 0,59% - e foi de 34,36 para 34,16 milhões de hectares.

Estoques finais - As reservas da soja, safra 11/12, vieram em 4,22 milhões de toneladas. Em julho, eram 4,76 milhões de toneladas. O número também ficou abaixo do esperado pelos agentes, que apostavam em 4,68 milhões de toneladas. Para o ciclo 10/11, os estoques finais foram ampliados de  5,44 para 6,26 milhões de toneladas. A aposta do mercado, no entanto, era de 6,07 milhões de toneladas.

Para o milho, os estoques finais foram reduzidos de 22,10 para 18,14 milhões de toneladas, enquanto o mercado apostava em 18,82 milhões de toneladas, safra 11/12. Já para a temporada 10/11, as reservas finais foram calculadas em 23,88 milhões de toneladas ante as 22,35 milhões estimadas em julho. O mercado esperava por algo em torno de 23,4 milhões de toneladas.

Clique no link abaixo e confira um resumo do relatório do USDA feito pela Cerealpar:

>> USDA Oferta e Demanda de Agosto - Resumo Cerealpar

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário