USDA: Reduzidas estimativas para produção e estoques de milho nos EUA

Publicado em 09/11/2011 11:30 e atualizado em 10/11/2011 07:04 1864 exibições
O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou nesta quarta-feira seu relatório mensal de oferta e demanda de novembro informando um aumento dos estoques finais de soja para  safra 2011/12 dos Estados Unidos.

As reservas de soja foram estimadas pelo departamento em 5,31 milhões de toneladas, um aumento de 21,88% em relação ao estimado em outubro, um volume de 4,35 milhões de toneladas.

O USDA reduziu, porém, sua estimativa para a produção norte-americana de 83,28 milhões para 82,90 milhoes de toneladas.

A produtividade também sofreu uma pequena redução, neste caso, de 0,49%. No relatório de hoje, o rendimento da oleaginosa foi estimado em 46,29 sacas por hectare ante as 46,51 sacas do boletim de outubro.

Milho - Para o milho, o USDA reduziu a estimativa para a produção norte-americana na temporada 2011/12. A colheita dos EUA, de acordo com o boletim de hoje, deve ficar em 312,69 milhões de toneladas. Em outubro, a previsão era de 315,81 milhões de toneladas.

A produtividade foi reduzida em 0,95%, passando de 154,91 para 153,45 sacas por hectare.

Ao contrário da soja, os estoques finais de milho foram reduzidos. O volume estimado no relatório desta quarta-feira é de 21,41 milhões de toneladas, enquanto em outubro, eram 22 milhões de toneladas, uma redução de 2,66%. 

Mercado - Para o analista de mercado Steve Cachia, da Cerealpar, a maioria dos números veio dentro das expectativas do mercado. "Do ponto de vista fundamental, os números mais altistas vieram para o milho. A soja ficou neutra.

Cachia explica que o boletim não trouxe nenhuma surpresa a ponto de fazer o mercado de grãos ignorar a delicada situação do mercado financeiro. Porém, não deixa de ressaltar que os fundamentos são positivos, uma vez que os estoques tanto de soja quanto de milho seguem historicamente baixos.

"Mesmo que do ponto de vista fundamental o mercado devesse subir hoje, muito provavelmente deverá operar em baixa em função de um um financeiro fraco", explicou o analista.

Clique no link abaixo e confira o informe da Cerealpar sobre o relatório de oferta e demanda do USDA:

>> USDA Novembro - Informe Cerealpar

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário