Renato Cunha - Presidente do Sindaçúcar-Pernambuco

Publicado em | 12 exibições

Biocombustível de milho é competitivo pela super-safra dos EUA e ‘paga’ o imposto de 20% cobrado, distorcendo o mercado do etanol de cana, que “não é nordestino, é brasileiro”. Setor defende incentivos para vender o hidratado diretamente aos postos, aumentando a produção local, e equalizando com a autorização que as grandes distribuidoras possuem para importar.