Produtor do RS trabalha com plataforma de agricultura digital da Monsanto para cruzar dados e aprimorar produtividade

Publicado em 06/10/2017 09:50 2126 exibições
Climate FieldVield começa a mudar a rotina dos agricultores brasileiros, concentrando informações da propriedade, cruzando dados e ajudando na tomada de decisões. Setor busca na tecnologia fazer mais, com menos, inclusive amenizando os déficits de mão-de-obra.

LOGO nalogo

Leandro Macagnan, produtor rural de Pejuçara (RS), vem utilizando o Climate FieldView, plataforma de agricultura digital da Monsanto, desde 2015, quando a empresa o convidou para realizar testes com o equipamento em sua lavoura, ajudando o produto a se desenvolver e se instalar no país.

Ele conta que o FieldView tem ajudado bastante no sentido de obter informações cada vez mais precisas da sua propriedade. Antes, ele possuía várias informações que eram observadas separadamente. Agora, ele pode juntar todos os seus mapas - sejam eles de colheita, plantio, de solo e demais mapas - em uma plataforma só e cruzar as informações.

Conforme vai coletando informações, a plataforma gera um banco de dados. Com o passar do tempo, é possível identificar informações como a melhor data de plantio, as áreas que mais produzem, além de ajudar na tomada de decisões de população, entre outros fatores.

No dia 15 de outubro, Macagnan dá início à sua safra de verão e os dados de outras safras devem ajudar nesse processo. Essa é a primeira safra na qual o FieldView já está disponível comercialmente.

O produtor cultiva soja, milho, trigo e feijão. Todas essas culturas estão sendo beneficiadas pelo uso da plataforma. Para ele, a tecnologia é a chave principal para uma boa lavoura e também para "fazer mais com menos".

A safra de verão do produtor contará apenas com a soja neste ano, já que o milho não traz boas expectativas em termos de preço e clima. A oleaginosa, segundo Macagnan, é o cultivo que mais tem liquidez, apesar dos preços baixos. Nos últimos dois anos, sua produtividade ficou acima das 60 sacas por hectare.

Por:
Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário