Construção e manutenção da fertilidade dos solos passa por análises bem feitas e monitoramento de extração de nutrientes

Publicado em 19/04/2018 14:11 e atualizado em 25/04/2018 09:25
2121 exibições
Entrevista - Processos garantem manutenção da fertilidade , alcance do potencial produtivo além do ajuste de custos com o uso correto de fertilizantes

Head - Construtores de solos 2018

Podcast

Construção da fertilidade dos solos - Paulo César Teixeira - Pesquisador da Embrapa Solos

Download

 

LOGO nalogo

Paulo César Teixeira, pesquisador da Embrapa Solos, explica ao Notícias Agrícolas nesta quinta-feira (19) que a condição de um solo em termos de teor de nutrientes é o ponto fundamental para caracterizar um solo como fértil - ou seja, avalia-se a sua capacidade de fornecer nutrientes para as plantas.

Junta-se também a noção da capacidade do solo de suportar determinados cultivos e de mostrar a necessidade de redução, de adubação e de outros pontos fundamentais para um melhor desenvolvimento das culturas.

A prática já é adotada há anos, expondo, assim, a necessidade de se conhecer o solo em todos os sentidos. São vários os laboratórios que podem realizar as análises, mas existem produtores que não realizam o acompanhamento dos solos - o que seria de extrema importância para a sustentabilidade do sistema produtivo.

Hoje, mais do que construir, existe também a necessidade de manter a fertilidade dos solos, como lembra Teixeira. Para ele, a preocupação agrícola não se dá tanto pela correção, já que esse assunto está avançado, mas sim pela manutenção - informações que permitem que não haja perda do potencial produtivo ao longo dos anos.

Na próxima quinta-feira (26), Teixeira estará em Luís Eduardo Magalhães (BA) para participar do Encontro de Construtores de Solos do Oeste da Bahia, uma iniciativa do Notícias Agrícolas, da Embrapa Solos e da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abrapa). Confira:

Abapa e Embrapa promovem “Encontro de Construtores de Solos do Oeste da Bahia” na próxima quinta-feira (26), em Luís Eduardo Magalhães

A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e a Embrapa Solos vão promover na próxima quinta-feira (26), a partir das 8h30, o “Encontro de Construtores de Solos do Oeste da Bahia”, no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães (SPRLEM). O objetivo é apoiar os produtores rurais do oeste da Bahia a identificar e buscar estratégias para reduzir as perdas de material orgânico do solo. O evento, que terá transmissão ao vivo pelo site Notícias Agrícolas, trará em sua programação os pesquisadores Pedro Luiz de Freitas e Paulo Cézar Teixeira, da Embrapa Solos, que vão discorrer sobre os temas: “Manejo e conservação da água e do solo” e a “Construção da fertilidade do solo em grande culturas com ênfase na adubação potássica”.

Com uma produção de grãos em uma extensão de 2,2 milhões de hectares em todo o oeste da Bahia, o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, considera que existe uma preocupação crescente dos agricultores da região com a perda dos nutrientes do solo que prejudicam o cultivo da produção agrícola. “No período das chuvas, ocorre muito carreamento de sedimentos sólidos principalmente no leito das estradas vicinais e solos cultivados, principalmente nas regiões que antecedem os vales por terem uma declividade elevada e um solo com baixa infiltração, causando o assoreamento do leito de nossos rios”, afirma.

“Com este encontro, queremos reunir todos os produtores, seja do cerrado ou do vale, para buscar soluções viáveis para diminuir este problema e permitir que cada vez mais possamos produzir com sustentabilidade, mas para isto a participação de todos os produtores é fundamental”, complementa. Os agricultores da região, por meio da Abapa, por exemplo, vem investindo R$ 30 milhões para a recuperação de estradas da região e protegendo os solos e os rios da erosão com a construção de mini-barragens para conter o carreamento do solo com as chuvas.

Para reforçar sobre a importância da proteção dos solos, o Encontro vai abordar, também, o tema “Erosão de solos em sub-bacias hidrográficas do Rio Grande”, que será ministrado pelo geógrafo e professor da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Dr. Ricardo Reis Alves. Já o agrônomo Dr. Júlio César Bogiani, da Embrapa Algodão, vai falar sobre “Construção da fertilidade de solo em algodão”, e o pesquisador Me. Afonso Peche Filho, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), sobre a Fragilização do solo pela mecanização em áreas agrícolas. “Esta é uma oportunidade para produtores rurais, pesquisadores e técnicos agrícolas da região debaterem com especialistas estratégias e técnicas para mitigar as perdas de solo e dos seus nutrientes no oeste da Bahia”, reforça.

 Agenda do evento: Encontro de Construtores de Solos do Oeste da Bahia

Data: 26/04/2018 (Quinta-feira) – A partir das 8h30

Local: Auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães (SPRLem). Rua Sergipe, 985, Centro, Mimoso 1.

[PROGRAMAÇÃO]

08:30 – Inscrições (Welcome Coffee)

09:00 – Abertura Abapa - Júlio César Busato 

09:10 – Apresentação do Projeto “Construtores de Solo” – João Batista Olivi (jornalista e diretor do site Notícias Agrícolas) e Pedro Luiz de Freitas (Pesquisador - Manejo e Conservação do Solo e da Água, Embrapa Solos) 

09:40 – Ricardo Reis Alves -  Professor da Univ. Fed. do Oeste da Bahia - Geógrafo, Doutor em Geografia
(Erosão de Solos em Sub-bacias Hidrográficas do Rio Grande: inventariação, impactos, determinação dos riscos e mitigação de processos)

10:00 – Paulo César Teixeira - Pesquisador em Fertilidade do Solo e Fertilizantes - Embrapa Solos; 
(Construção da fertilidade de solo em grandes culturas com ênfase na adubação potássica)

10:30 – Júlio César Bogiani - Engenheiro Agrônomo - D. Sc. - Pesquisador da Embrapa Algodão – Fitotecnia Núcleo do Cerrado (Construção da fertilidade de solo em algodão)

11:00 – Afonso Peche Filho - Professor Me., Pesquisador científico no Instituto Agronômico de Campinas - IAC
(Fragilização do solo pela mecanização em áreas tropicais)

11:45 – DEBATE

12:30 – ENCERRAMENTO

Tags:
Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário