Como os micronutrientes Molibdênio, Cobalto e Boro agem na soja e auxiliam na maior produtividade e qualidade dos grãos

Publicado em 13/11/2018 14:21 e atualizado em 13/11/2018 16:49
5393 exibições
Molibdênio e Cobalto auxiliam na fixação do Nitrogênio e a consequente melhora da produtividade e elevação do teor de proteína dos grãos , enquanto o Boro garante maior pegamento da florada, com reflexo também no aumento da produtividade
Áureo Lantmann - Consultor Técnico

Podcast

Entrevista com Áureo Lantmann - Consultor Técnico sobre o Importância do Molibdênio, Cobalto e Boro

Download

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (13), o Notícias Agrícolas torna a conversar com o consultor técnico Áureo Lantmann a respeito da boa condução nutricional das plantas.

Hoje, o destaque são alguns micronutrientes importantes para a soja, como eles atuam e como estes devem ser disponibilizados nas áreas de nutrição, sendo eles o molibdênio, o cobalto e o boro.

A falta desses nutrientes, apesar de serem exigidos apenas em pequenas quantidades pelas leguminosas, podem comprometer o rendimento da soja no resultado final.

O molibdênio atua para fixar o nitrogênio biologicamente. As lavouras de soja que são tratadas com ele podem conferir quantidades de molibdênio para as sementes, o que pode valorizar sua qualidade. Uma quantidade de 30g de molibdênio por hectare é suficiente para uma boa nutrição.

Já o cobalto se torna essencial para microorganismos fiadores de nitrogênio, enquanto o boro tem uma atuação importante no pegamento de flores - normalmente, a soja aborta 40% de suas flores.

Confira a entrevista completa no vídeo acima

 

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Fernando Claudino De Souza SAPEZAL - MT

    Um ponto interessante a se destacar na entrevista do dr. Aureo Lanttman foi a recomendação (aplicação) de 1 kg de boro na dessecação. Pergunto: seria válido a mesma recomendação para a cultura do algodão? Início do plantio previsto 15 de dezembro.

    0