Entidades de Santa Catarina se unem para mapear e combater ataques de javalis nas propriedades rurais de Chapecó

Publicado em 19/09/2019 12:10 e atualizado em 19/09/2019 13:53
840 exibições
Animais começaram a aparecer na região nos últimos três anos e alerta é para produtores, que avistarem javalis, comunicarem os órgãos responsáveis pela agricultura e buscarem auxílio especializado.
Ricardo Lunardi - Presidente do Sindicato Rural de Chapecó/SC

Podcast

Casos de Javalis em Santa Catarina - Entrevista com Ricardo Lunardi - Presidente do Sindicato Rural de Chapecó/SC

Download

LOGO nalogo

Nos últimos três anos a região de Chapecó no oeste de Santa Catarina começou a registrar problemas com ataques de javalis às propriedades rurais. Além de destruírem lavouras, algumas áreas no município perderam até 30% do milho, e matarem pequenos animais, como ovelhas recém nascidas, os javalis representam um risco sanitário, já que podem transmitir doenças.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Chapecó/SC, Ricardo Lunardi, diversos órgãos responsáveis pela agricultura da região se uniram à Polícia Militar Ambiental para o desenvolvimento de um projeto piloto para mapear o aparecimento dos animais e realizar a captura ou abate dos javalis.

O produtor rural que avistar a presença de javalis deve comunicar aos órgãos competentes para o mapeamento e controle das áreas, mesmo que o animal não esteja causando danos no momento.

Também é importante ressaltar que a captura por meio de armadilhas ou o abate pela caça deve ser feito por pessoas autorizadas e treinadas, e deve seguir todos os procedimentos e protocolos legais. Sendo assim, é indispensável que o produtor procure auxílio junto à Secretaria de Agricultura ou ao Sindicato Rural da região.

>> Leia mais sobre o assunto:

Presença de javalis preocupa área rural no Oeste catarinense

Confira a íntegra da entrevista com o presidente do Sindicato Rural de Chapecó/SC no vídeo.

 

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário