Dia do zootecnista: profissional pode ajudar na mitigação da pressão dos custos de produção de proteínas animais

Publicado em 13/05/2021 14:56 e atualizado em 13/05/2021 15:39 564 exibições
Renata Helena Branco Arnandes - Pesquisadora Científica de Zootecnia do IZ
Formulação de dietas especiais para os animais, com alternativas para substituição de insumos, podem ser aplicadas e ainda assim garantir bons resultados na produção

Podcast

Entrevista com Renata Helena Branco Arnandes - Pesquisadora Científica de Zootecnia do IZ sobre o Índices Zootécnicos em Tempos

Download

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (13) é comemorado o Dia do Zootecnista, profissional responsável pela melhoria na qualidade da produção animal e aumento na quantidade produzida, além de ajudar a garantir a segurança alimentar de forma sustentável.

De acordo com a pesquisadora do Instituto de Zootecnia (IZ) de São Paulo, Renata Helena Branco Arnandes, a importância do zootecnista se mostra, sobretudo, em temos como os atuais em que o país atua como grande produtor de carnes não só para o mercado interno como para exportação, e ao mesmo tempo, o produtor enfrenta altos custos na alimentação dos animais. 

"Neste sentido, o papel do zootecnista é de extrema importância na construção de uma dieta para que o animal consiga exprimir todo seu potencial produtivo com menores custos", explica. 

A pesquisadora aponta que a substituição de parte do milho e do farelo de soja por outros insumos, como cereais de inverno, deve ser estudada regionalmente pelos profissionais para garantir a viabilidade tanto financeira quanto nos resultados zootécnicos positivos. 

"É possível construir uma formulação específica com insumos alternativos para cada setor produtivo e ainda assim obter boa produção de proteína. Entretanto, outros componentes que são dolarizados e que cujos preços estão altos, como suplementos vitamínicos e de aminoácidos, não são fáceis de serem substituídos, sobretudo na alimentação dos monogástricos", afirma.

Além de melhorar a qualidade na produção, o zootecnista também dá o suporte para que a produção aumente de maneira sustentável, garantindo o bem-estar do animal e do meio ambiente em geral. "O Brasil tem vastidão, tecnologia e potencial para produzir de maneira sustentável, mas é preciso que estes critérios sejam aplicados em propriedades que ainda atuam de forma obsoleta", ponderou.

 

Por:
Letícia Guimarães dos Santos
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário