Mercado joga a soja com alta de 40 e, depois, devolve tudo. O cavalinho encilhado passou outra vez!

Publicado em 07/06/2021 16:42 e atualizado em 07/06/2021 17:33 1417 exibições
Tempo & Dinheiro - Com João Batista Olivi
Edição do Tempo&Dinheiro desta 2a. feira, 7 de junho/21, com João Batista Olivi

Vídeo de Doria pegando sol em hotel no RJ é criticado nas redes sociais (Poder360)

Governador esteve no hotel Fairmont, no Rio; “Guerreiro do povo brasileiro”, diz Eduardo Bolsonaro

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), foi flagrado neste domingo (6.mai.2021) em piscina de hotel no Rio de Janeiro sem máscara e próximo de turistas. As imagens foram compartilhadas na redes sociais.

Em nota ao Poder360, a assessoria do governador paulista confirmou a presença no hotel Fairmont e negou que Doria teria promovido aglomeração. Eis a íntegra:

O governador João Doria estava neste domingo no hotel Fairmont, no Rio de Janeiro, em momento de descanso com a esposa e não promoveu nenhum tipo de aglomeração.

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publicou vídeo em suas redes sociais onde o governador aparece pegando sol, e indagou “Duvido você acertar quem é esse tomando vitamina D!”.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também publicou o vídeo. Em legenda, apontou Doria como “Guerreiro do povo brasileiro”.

O vídeo também repercutiu após publicações do deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP) e da deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

Mercado melhora - com força - expectativa para crescimento este ano 

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado elevou com força a expectativa de crescimento econômico do Brasil em 2021 depois de dados melhores do que o esperado sobre a atividade divulgados na semana passada, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Focus do Banco Central.

De acordo com o levantamento semanal, a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto agora é de 4,36% este ano, de 3,96% na semana anterior. Para 2021 a conta também subiu, a 2,31%, de 2,25%.

A revisão vem na esteira de dados que mostraram que a economia brasileira cresceu 1,2% no primeiro trimestre, acima do esperado e que levou o PIB de volta ao patamar pré-pandemia.

O Focus mostrou ainda forte melhora no cenário para a produção industrial, com o crescimento esperado em 6,10% em 2021 e 2,40% em 2022, de 5,50% e 2,30% respectivamente na pesquisa anterior.

As expectativas para a inflação também aumentaram, chegando a 5,44% este ano e 3,70% no ano que vem, de 5,31% e 3,68% antes. O centro da meta oficial para a inflação em 2021 é de 3,75% e para 2022 é de 3,50%, sempre com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Os economistas consultados ainda deixaram inalterada a perspectiva para a taxa básica de juros, com a Selic prevista em 5,75% ao final deste ano e 6,50% em 2022.

Governo quer estender auxílio emergencial por 2 meses com crédito extraordinário de R$12 bi

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal planeja estender por mais dois meses o auxílio emergencial de 250 reais, até setembro deste ano, disse à Reuters uma fonte que acompanha o tema.

A extensão do programa será custeada por um crédito extraordinário de 12 bilhões de reais a ser enviado ao Congresso e outros 7 bilhões de reais que já estão disponíveis no orçamento autorizado para o programa.

De acordo com a fonte, a intenção é usar esses dois meses a mais para fazer uma ponte até a implementação do novo Bolsa Família, que o governo vem estudando. O valor dessa nova versão do programa, no entanto, ainda não foi definido.

Lira fala em ter versão turbinada do Bolsa Família em vigor ainda em 2021

Benefício viria depois do auxílio; Governo tem ideia semelhante (Poder360)

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), falou nesta 2ª feira (7.jun.2021) em ter em vigor ainda neste ano um novo programa social, que seria uma versão turbinada do Bolsa Família para substituí-lo. Seria algo para começar depois do fim da versão de 2021 do auxílio emergencial.

“O auxílio deve ficar entre julho e agosto. Eu não acho que a melhor decisão seja postergá-lo. Nós temos que ter um projeto viável para ainda antes do recesso votar um projeto de auxílio, não, mas de renda, permanente em substituição ao Bolsa Família”, declarou o deputado.

O próximo recesso do Legislativo começa em 17 de julho. Lira deu as declarações na cerimônia de abertura da 12ª London Conference, realizada pelo Bradesco BBI.

“Acredito que nós tenhamos condições de votar esse programa antes do final do auxílio, ele deve começar a vigorar ainda nesse ano”, disse o presidente da Câmara.

O governo federal, do qual Lira é aliado, já decidiu prorrogar o auxílio, porém. O benefício, que tem valor médio de R$ 250, deve durar até setembro.

O Executivo também quer ter a nova versão do Bolsa Família para vigorar logo depois do auxílio. O valor deverá ficar próximo dos R$ 250 do auxílio. Deve estipular “portas de saída”. Ou seja, estímulos para que os beneficiários deixem o programa.

A declaração de Lira foi no mesmo sentido, apesar de não falar em valores. “Hoje o usuário do Bolsa Família, se ele precisar entrar para o mercado formal, se ele se arriscar, poucos se arriscam, se ele perder o emprego de carteira assinada não volta para o programa. Ou seja, você não fomenta o crescimento do cidadão”, disse o deputado.

O presidente da Câmara falou em organizar uma forma de o ex-beneficiário poder voltar ao programa imediatamente caso perca o emprego. Também ventilou a proposta de desonerar um salário mínimo que essas pessoas venham a receber.

Lira declarou que tudo tem de ser feito de acordo com as regras fiscais e respeitando o teto de gastos. Ele afirmou que para o ano que vem será possível fazer uma discussão com menos restrições, porque haverá folga no teto. Ele se refere à elevação do valor máximo que o governo pode gastar por causa da correção anual pela inflação.

Dólar fecha perto da estabilidade ante real com cenário benigno no Brasil e no exterior

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) -O dólar fechou perto da estabilidade em relação à moeda brasileira nesta segunda-feira, mantendo-se próximo da marca de 5 reais em meio à melhor percepção dos investidores sobre os cenários doméstico e internacional, enquanto as expectativas giravam em torno das próximas reuniões de política monetária do Banco Central do Brasil e do Federal Reserve.

A moeda norte-americana à vista teve variação positiva de 0,03%, a 5,0380 reais na venda. Na B3, o dólar futuro era negociado em queda de 0,28%, a 5,048 reais.

O dólar spot quebrou uma sequência de três pregões consecutivos de queda, depois de fechar a sexta-feira em 5,037 reais na venda, seu menor patamar desde 10 de junho de 2020.

Mesmo assim, a divisa continua próxima de suas mínimas recentes contra o real e já acumula perda de quase 3% no acumulado do ano. Para Thomas Giuberti, da Golden Investimentos, isso é reflexo de um cenário doméstico mais promissor, já que "os riscos vêm se normalizando de forma considerável".

"Temos a inflexão para um ambiente mais promissor, com crescimento econômico forte, e o cenário mais benigno reflete nos ativos, que têm muito espaço para subir."

Na semana passada, o IBGE informou que a economia do Brasil registrou crescimento no primeiro trimestre de 2021 e retornou ao patamar pré-pandemia, dando sequência à recuperação dos danos causados pela pandemia da Covid-19.

Além da melhor percepção dos investidores sobre o cenário doméstico, há um ambiente de fraqueza internacional da moeda norte-americana, disse Giuberti, com o índice do dólar contra uma cesta de moedas sendo negociado abaixo da marca de 90.

Ele chamou a atenção também para a "calmaria" no mercado de Treasuries e um grande espaço para a recuperação de ativos de países emergentes não asiáticos em relação a seus pares mais amplos, bem como expectativas de manutenção de juros nos Estados Unidos.

Na semana que vem, o Federal Reserve anunciará sua decisão sobre a política monetária. Antes da reunião de 15 a 16 de junho do banco central norte-americano, as expectativas dos mercados internacionais giram em torno de dados desta semana, como a leitura sobre os preços aos consumidores norte-americanos de quinta-feira, depois que um relatório de emprego recente dos EUA aliviou temores de que a maior economia do mundo está acelerando a um ritmo que poderia alimentar a inflação.

A economia norte-americana criou apenas 266 mil vagas de trabalho em abril, depois de abrir 770 mil postos em março, disse o Departamento de Trabalho dos EUA na última sexta-feira.

O Banco Central do Brasil também se reúne na semana que vem. Em seu último encontro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC decidiu por uma segunda alta consecutiva de 0,75 ponto percentual da Selic, para 3,5%, e sinalizou a intenção de fazer um terceiro aperto da mesma magnitude na reunião de 15 e 16 de junho.

Segundo especialistas, o ciclo de aperto monetário no ambiente doméstico tende a ser positivo para o real, uma vez que torna investimentos locais atrelados aos juros básicos mais atraentes para o investidor estrangeiro.

Exportação de soja e minério do Brasil mantém força no início de junho, diz Secex

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - A média diária de exportações de soja do Brasil alcançou 824,8 mil toneladas na primeira semana de junho, ante 606,7 mil no mesmo mês do ano anterior, informou a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) nesta segunda-feira.

Os embarques registrados pelo maior produtor e exportador global da commodity no início do mês superaram as 781,11 mil toneladas ao dia da média de maio.

Ainda de acordo com os dados do governo federal, a média diária de exportação de minério de ferro atingiu 2,17 milhões de toneladas, ante 1,4 milhão em junho de 2020.

Presidente da Câmara, Artur Lira, avança com reforma administrativa e mudanças infraconstitucionais tributárias esta semana

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta segunda-feira que pretende dar andamento ainda nesta semana à reforma administrativa e a medidas infraconstitucionais relacionadas a mudanças no sistema tributário.

O deputado, que tem almoço com líderes de bancada na terça-feira para definir procedimentos da reforma administrativa, disse em evento com investidores nesta segunda-feira que pretende instalar a comissão especial da proposta ainda nesta semana.

Também garantiu que irá definir, até sexta-feira, os deputados que ficarão responsáveis pelas relatorias de projetos infraconstitucionais que tratam de questões tributárias a cargo da Câmara dos Deputados.

Pelo arranjo acertado com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma tributária deve iniciar sua tramitação pelos senadores.

Temas infraconstitucionais, por sua vez, serão divididos entre Câmara e Senado. Os que ficaram sob responsabilidade dos deputados é que devem ter suas relatorias definidas por Lira nesta semana.

Um dos primeiros passos, segundo o presidente da Câmara, diz respeito a projeto que trata da unificação do PIS e da Cofins em um único imposto sobre valor agregado, a CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços).

Para Lira, aliás, a discussão da CBS na Câmara não atrapalha o debate da PEC da reforma tributária do Senado. O presidente da Câmara argumenta que pode haver uma incorporação ou uma acomodação entre as medidas.

O texto produzido por deputados e senadores em comissão mista para a PEC previa a unificação de tributos federais, estaduais e municipais, com uma legislação única e nacional, e adotando o princípio do destino, em que a arrecadação de imposto ocorre no local onde o bem ou o serviço é consumido. Esse imposto seria o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), a ser complementado pelo Imposto Seletivo, que extingue PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS. O texto pode ou não ser aproveitado pelos senadores.

Outros temas infraconstitucionais em discussão no Congresso dizem respeito ao Imposto de Renda, ao IPI seletivo, e um programa de regularização tributária, que, segundo Lira, já está sendo tocado pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Lira afirma que MP da Eletrobras deve ser votada pelo Senado nesta semana ou na próxima

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta segunda-feira a previsão de votação da MP da privatização da Eletrobras no Senado nesta semana ou na próxima.

Lira relatou acordo selado com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que os senadores tenham a liberdade de discutir e modificar o texto da medida provisória, caso considerem necessário, a tempo de devolvê-la para a Câmara.

Segundo o presidente da Câmara, o andamento da MP está "dentro do script". Caso o Senado decida manter o texto produzido pela Câmara, ele pode seguir à sanção presidencial. Mas se for modificado, ele terá de ser avaliado uma segunda vez pelos deputados.

Lira afirmou ainda que a matéria que trata da privatização dos Correios deve ser analisada pela Câmara pouco antes do recesso de julho ou logo depois da volta dos trabalhos.

Safras vê exportação de soja do Brasil em 86 mi t em 2021 e menor processamento

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de soja do Brasil deverão totalizar um recorde de 86 milhões de toneladas em 2021, alta de cerca de 3 milhões de toneladas na comparação com 2020, estimou nesta segunda-feira a consultoria Safras & Mercado.

A previsão também indica um aumento ante projeção divulgada em março, quando a consultoria previa embarques de 83 milhões de toneladas pelo Brasil este ano.

Já o processamento de soja no Brasil deverá ter ligeira queda ante o ano passado, para 46,7 milhões de toneladas, versus 46,85 milhões em 2020.

A produção de farelo e óleo de soja deverá cair 1%, para 35,76 milhões de toneladas e 9,45 milhões de toneladas, respectivamente.

O uso de óleo de soja para biodiesel deve cair 3% para 4,5 milhões de toneladas.

“Recessão foi mais curta que o esperado”, diz diretor do BC sobre pandemia

Avaliação é de Fabio Kanczuk; Disse que o retorno foi rápido (no Poder360)

O diretor de Política Econômica do BC (Banco Central), Fabio Kanczuk, disse nesta 2ª feira (07.jun.2021) que a crise econômica causada pela pandemia de covid-19 foi “menos grave do que poderia ter sido”.

“A economia teve uma recessão, mas foi muito mais curta e menos aguda do que se esperava. O retorno foi muito rápido, muito robusto. Com isso, o bem-estar da população e a vida das empresas sofreram bem menos do que poderiam ter sofrido”, afirmou.

Kanczuk falou sobre o cenário econômico brasileiro durante a apresentação do Relatório de Economia Bancária de 2020. Eis a íntegra do relatório.

O diretor do BC lembrou que, no início da pandemia, organismos internacionais projetaram uma queda de 9% em 2020 e uma recuperação de 2% da economia brasileira em 2021. O PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil caiu 4,1% em 2020 e o mercado espera um crescimento de 4,36% em 2021.

“Estamos em uma realidade muito distinta”, afirmou Kanczuk. Segundo ele, isso foi possível por conta de “uma reação importante de política pública”.

Kanczuk disse que o crédito cresceu e os juros caíram em 2020, diferente do que normalmente ocorre em crises econômicas, por conta das políticas públicas. Ele falou que o auxílio emergencial também aumentou o saldo da poupança e disse que esses recursos têm ajudado a economia ainda em 2021.

O Relatório de Economia Bancária também mostra, no entanto, que quase 82% do mercado de crédito brasileiro está concentrado nos 5 maiores bancos do país. O relatório também diz que a pandemia de covid-19 derrubou a rentabilidade do setor bancário ao menor nível da série histórica, iniciada em 2015.

Ibovespa fecha em alta pelo 8º pregão e renova máximas com impulso de bancos

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa engatou a oitava alta seguida nesta segunda-feira, na maior série de ganhos desde 2018, renovando máximas e superando os 131 mil pontos pela primeira vez, com bancos entre os principais suportes.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com elevação de 0,5%, a 130.776,27 pontos, novo recorde de fechamento. No melhor momento da sessão, alcançou 131.190,30 pontos - nova máxima intradia. O volume financeiro no pregão somou 33,8 bilhões de reais.

Mais cedo, refletindo ajustes e tendo de pano de fundo a queda de preços de commodities como o minério de ferro e o petróleo e a hesitação em Wall Street, o Ibovespa chegou a ceder a 129.498,16 pontos. Mas no começo da tarde já se firmou no azul.

"O Ibovespa segue com sua tendência de alta principal", disse o analista da Clear Corretora, Rafael Ribeiro, chamando atenção para o desempenho de bancos, que ele cita como principal porta de entrada de estrangeiros na bolsa dada a ampla liquidez.

Dados da B3 respaldam tal percepção, com o saldo de capital externo positivo em 3,9 bilhões de reais no segmento Bovespa nos dois primeiros pregões deste mês, após entrada líquida de 12,2 bilhões de reais em maio.

Na visão do chefe de renda variável da Vero Investimentos, Alexandre Jung, embora o novo recorde demonstre apetite de investidores por vários setores, a performance dos bancos respondeu por forte impulso na sessão.

"Nas últimas semanas, os bancos têm demonstrado bastante força", observou, atribuindo tal movimento a dados sobre retomada da economia, aumento de crédito, mas também porque esses papéis ficaram subprecificados na crise.

Da pauta macroeconômica, pesquisa Focus mostrou forte revisão nas projeções para o PIB em 2021 após a divulgação na semana passada de dados melhores do que o esperado sobre atividade econômica, com a mediana das projeções agora apontando alta de 4,36%.

No exterior, Wall Street fechou com o S&P 500 em baixa de 0,08%.

Tags:
Fonte:
T&D+Poder360+Reuters+NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário