Frigorífico utiliza tecnologias da Pecuária 4.0 para a classificação de carcaças e a rastreabilidade completa dos bovinos abatidos

Publicado em 05/10/2021 15:31 976 exibições
Orlando Negrão - Diretor de Operações da Frigol
Entrevista com Orlando Negrão - Diretor de Operações da Frigol sobre a Inteligência artificial para classificar as carcaças bovinas

Podcast

Entrevista com Orlando Negrão - Diretor de Operações da Frigol sobre a Inteligência artificial para classificar as carcaças bovinas

Frigol utiliza inteligência artificial para classificar as carcaças bovinas em suas plantas frigoríficas 

A Frigol S.A. é a primeira indústria frigorífica do Brasil a utilizar inteligência artificial para classificação das carcaças bovinas e a tecnologia blockchain para a rastreabilidade completa dos bovinos abatidos em suas unidades. Essa inovação insere a Frigol no universo da indústria 4.0 em que o acompanhamento do abate é realizado com segurança e transparência, proporcionando confiabilidade para os pecuaristas e completas informações sobre a origem e as características da carne para os consumidores. 

A tecnologia utilizada pela Frigol envolve os conceitos de machine learning, IoT, big data e data science, com a segurança da tecnologia blockchain. 

Todo o processo dentro da indústria frigorífica é gerenciado por uma plataforma criada pela empresa EcoTrace, que usa módulos de internet das coisas (IoT), câmeras, sensores, balanças e leitores, instalados em várias áreas da indústria. “Essas tecnologias trabalham em conjunto para oferecer total garantia: da pesagem à desossa”, completa Orlando Negrão, diretor de operações da Frigol. 

Dentro da indústria, a carcaça bovina é avaliada em diferentes momentos, começando com a pesagem de precisão logo após a entrada do bovino na linha de abate. Na sequência, leitores de códigos de barras fotografam as carcaças várias vezes durante o processo. Um computador devidamente alimentado por algoritmos é responsável pela classificação das carcaças. 

Todas estas informações são armazenadas na arquitetura blockchain e ficam acessíveis para a indústria e para os pecuaristas. Estes têm à disposição um aplicativo (disponível para Android e iOS) criado pela EcoTrace, que reforça a transparência do processo, proporcionando ao produtor o acesso a todos os dados referentes ao processo industrial. 

A inteligência artificial já acompanha os abates da unidade da Frigol em Lençóis Paulista e nas outras plantas da empresa no Pará (Água Azul do Norte e São Félix do Xingu). 

- Informações da Assessoria de Comunicação

Tags:

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário