HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Colheita do algodão está perto do fim no Mato Grosso e produção será 23% menor

Publicado em 08/09/2021 11:01 723 exibições
Cleiton Gauer - Gestor Técnico do Imea
Redução foi causada pela falta de chuvas que prejudicou a produtividade e pela redução na área cultivada. Vendas também avançaram no estado para esta safra e para o próximo ciclo

Podcast

Colheita do algodão está perto do fim no Mato Grosso e produção será 23% menor

Logotipo Notícias Agrícolas

A colheita do algodão já ultrapassou os 90% no Mato Grosso e deve desacelerar agora, com os últimos lotes se estendendo por mais três semanas. De qualquer forma, a projeção de produção final já é de 23% menos do que o registrado na safra passada com 1,6 milhão de toneladas de pluma contra 2,16 milhões do último ciclo.

Segundo o gestor técnico do Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária), Cleiton Gauer, essa redução se explica por dois fatores, o primeiro deles a diminuição de 15% na área cultivada para esta safra e o segundo é a queda de 9% na produtividade em função da falta de chuvas em algumas localidades.

Olhando para a comercialização, Gauer aponta que 79% desta safra já foi negociada, contra a média dos últimos cinco anos para o período de 77%. Este movimento se deu em dois momentos, um inicial, que foi brecado pela queda de preços em decorrência da pandemia, e outro mais recentes, já com preços melhores.

As vendas para o próximo ciclo 2021/22 também avançaram e estão em 34% neste momento, O especialista destaca que o mercado ainda vive um resquício da pandemia e insegurança de não comprar muito antecipado e se deparar com novo fechamento de mercado à frente. No mesmo período do ano passado as vendas estavam em 36% e na média dos últimos cinco anos em 40%.

Confira a íntegra da entrevista com o gestor técnico do Imea no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário