Abrapa promove visita à Ásia para estreitar relacionamentos e buscar novos mercados para o algodão brasileiro

Publicado em 14/06/2022 09:23 e atualizado em 14/06/2022 11:08
Júlio Cézar Busato - Presidente ABRAPA
Cerca de 95% das exportações brasileiras tem como destino à Ásia. Hoje Brasil já representa 20% do algodão comprado pela continente e detém 40% do mercado da Indonésia

Podcast

Abrapa promove visita à Ásia para estreitar relacionamentos e buscar novos mercados para o algodão brasileiro

Logotipo Notícias Agrícolas

Uma comitiva brasileira encabeçada pela Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão) está visitando a Ásia para promover o algodão brasileiro em países como Indonésia, Tailândia e Bangladesh, fortalecer a relação com atuais compradores e buscar novos mercados. 

Segundo o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato, 95% das exportações brasileiras de algodão tem como destino o mercado asiático e, atualmente, o país responde por 20% de todo o algodão importado pelo continente. Somente na Indonésia, os brasileiros detêm 40% do mercado. 

Além de visitas à fiações e indústrias têxteis, o grupo se encontrou com autoridades e lideranças do setor para mostrar as características do algodão brasileiro como quantidade, qualidade, rastreabilidade e sustentabilidade e ouvir feedbacks e sugestões dos compradores. 

O presidente conta que, nas primeiras visitas realizadas há 6 anos, havia muitas dúvidas e questionamentos sobre o algodão nacional, mas que agora o nosso produto já é conhecido e respeitado internacionalmente. 

Participam das visitas também um grupo com 12 produtores brasileiros com lavouras no Mato Grosso, Bahia, Mato Grosso do Sul e Goiás. Busato destaca que a presença desses produtores jovens serve para comprovar aos compradores que o país vai manter constante o fornecimento de algodão nos próximos anos. 

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da Abrapa no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário