Cotação do boi deve ir esfriando em SP e se acentuar com desova cadenciada da safra de maio em diante

Publicado em 18/04/2019 14:09 e atualizado em 18/04/2019 17:08
1202 exibições
Confinamento contínuo tem praticamente só presença de boi Europa e China (4 dentes, 30 meses). Animal commodity, sem premiação, não compensa.
Neto Sartor - Diretor do Confinamento Santa Adélia

Podcast

Mercado do Boi Gordo - Neto Sartor - Diretor do Confinamento Santa Adélia

Download

LOGO nalogo

No estado de São Paulo, a cotação da arroba deve esfriar nas próximas semanas com o início da safra em maio. Com relação ao confinamento, os animais que vão entrar no confinamento recebem uma certificação para atender a Europa e o mercado chinês.

De acordo com o Diretor de Confinamento Santa Adélia, Neto Sartor, a alta na arroba foi motivada pelas as chuvas do início do ano em que muitos pecuaristas seguraram os animais. “A safra que a gente esperava que chegasse só em maio e parece ter postergado essa temporada para junho ou julho e Agora vai depender das condições climáticas”, afirma.

Atualmente, as indústrias frigoríficas estão em busca de produtos que atendam as demandas de nichos de mercado. “A minha percepção é que esses animais de pasto vão começar a entrar de maneira mais cadenciada, sendo que hoje existe uma demanda por parte dos frigoríficos por animais que atendem mercados específicos”, comenta.

Por: Giovanni Lorenzon e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário