Melhora da demanda interna, escalas de abate recuando e manutenção nos preços da carne indicam tendência de alta para @ do boi

Publicado em 22/08/2019 14:12 e atualizado em 22/08/2019 15:47
812 exibições
Preços da @ do boi em SP já esboçam reação e acompanham valorização de MG e MS
Douglas Coelho - Sócio da Radar Investimentos

Podcast

Entrevista com Douglas Coelho - Sócio da Radar Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

No mercado do boi gordo, a tendência é que as referências para o boi gordo tenham um viés de alta com a melhora na demanda interna e as escalas de abate recuando nos últimos dias. No estado de São Paulo, as referências para a arroba tiveram uma recuperação.

O Sócio da Radar Investimentos, Douglas Coelho, destaca que a carne no atacado passou o mês de agosto com cotações firmes. “Nós observamos uma pressão nos preços e uma demanda melhor que nos meses anteriores, mas a cada mês temos um escoamento melhor da carne no atacado. Atualmente, as referências para a carne estão ao redor de R$ 10,30/kg”, afirma.

No caso das escalas de abate, as indústrias frigoríficas de grande porte que exportam para o mercado asiático preencheram as programações com animais a termo. “Quem precisa comprar no mercado spot está sentindo alguma dificuldade em encontrar uma matéria-prima bem acabada”, comenta.

Atualmente, as escalas de abate estão em torno de 3,5 dias úteis que indica que as ofertas de animais de pasto estão escassas e a boiada de confinamento não chegou com bons volumes. “Nós conversamos com o pessoal e vemos que a movimentação está mais calma em comparação aos meses anteriores”, ressalta.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário