Pecuarista de MS relata alta lenta da arroba do boi no estado e diz que preço atual está longe do pretendido

Publicado em 24/09/2019 14:18 e atualizado em 24/09/2019 15:05
700 exibições
Expectativa é de novas altas nos preços da arroba nas próximas semanas
Pedro Junqueira - Pecuarista

Podcast

Mercado do Boi Gordo - Entrevista com Pedro Junqueira - Pecuarista

Download

LOGO nalogo

No município de Campo Grande/MS, as referências para a arroba têm registrado um aumento ainda lento nos últimos meses. Com a oferta restrita de animais de confinamento para abate, as indústrias frigoríficas estão com as programações de abate curtas.

De acordo com o pecuarista da localidade, Pedro Junqueira, a tendência ainda é alta para as cotações do boi gordo devido às escalas de abate estar curtas. “Os frigoríficos estão com as programações ao redor de dois a três dias. Além disso, notamos que os preços da arroba tiveram uma alta de R$ 2,00 nas últimas semanas”, comenta.

Com o auxilio da integração lavoura pecuária, o pecuarista está conseguindo realizar o semiconfinamento na localidade. “A minha região é muito vantajosa em função da umidade e o capim tem mais resistência. De qualquer forma precisamos suplementar a alimentação dos animais”, ressalta.

Atualmente, os preços para a arroba estão precificados ao redor de R$ 150,00/@, a vista. No caso da novilha, os negócios estão próximos de R$ 144,00/@, a vista.  Vaca está por volta de R$ 141,00/@. “No dia 30 de agosto, eu vendi boi com o valor de R$ 148,00/@, e hoje, já fechei negócios em torno de R$ 150,00/@. Esses valores não cobrem os custos de produção que aumentaram bastante”, destaca.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário