Frigoríficos recuam entre R$ 10 e R$ 15 os preços pagos pela @ em GO mas pecuaristas se mostram dispostos a segurar oferta e ...

Publicado em 05/12/2019 13:47 e atualizado em 05/12/2019 14:32
3094 exibições
Frigoríficos recuam entre R$ 10 e R$ 15 os preços pagos pela @ em GO mas pecuaristas se mostram dispostos a segurar oferta e evitar consolidação das quedas Continuidade das exportações e retomada do consumo interno com início de mês e festas de final do ano criam cenário favorável as altas
Renato Esperidião - Pecuarista

Podcast

Frigoríficos recuam entre R$ 10 e R$ 15 os preços pagos pela @ em GO mas pecuaristas se mostram dispostos a segurar oferta e ...

Download

LOGO nalogo

No estado de Goiás, as indústrias frigoríficas reduziram o valor ofertado pela a arroba em R$ 10,00 a R$ 15,00. Com as festas de final de ano se aproximando e as exportações aquecidas, os pecuaristas estão optando por segurar os negócios para evitar a consolidação das quedas dos preços do boi gordo.

Segundo o pecuarista da região de Goiânia, Renato Esperidião, a redução dos valores pagos é injustificável já que não tem um aumento de oferta de animais e nem uma queda no consumo. “Na semana passada, alguns frigoríficos pagaram R$ 230,00/@ do boi. Só que nesta semana ofertaram preços ao redor de R$ 215,00/@, mas não estão conseguindo fechar negócios”, comenta.

Os pecuaristas estão acompanhando o mercado diariamente e não acreditam no alongamento das escalas de abate. “Essa é uma prática comum das indústrias, na qual ofertam preços menores para que os produtores entreguem os animais com medo dos preços recuarem”, afirma.

Com relação à oferta de animais, Esperidião destaca que a localidade está encerrando o ciclo de confinamento. “Nós vamos ter uma lacuna de boi de cocho com o de pasto, tendo em vista que as chuvas chegaram mais tarde e o animal a pasto só deve sair no final de janeiro e fevereiro em diante”, aponta.

Tags:
Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário