Boi: Animais de pasto já começam a aparecer após o retorno das chuvas no Mato Grosso do Sul

Publicado em 09/01/2020 12:08 e atualizado em 09/01/2020 14:55
2839 exibições
Os pecuaristas que tinham condições favoráveis de pastagens em novembro já contam com animais terminados em janeiro, porém o volume ainda é pequeno. A expectativa é que os preços continuem firmes e a referência para o boi gordo gira ao redor de R$ 185,00/@ a R$ 190,00/@.
Frederico Stella - Diretor da Famasul

Podcast

Entrevista com Frederico Stella - Diretor da Famasul sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

O retorno das precipitações está favorecendo as pastagens no estado do Mato Grosso do Sul e já animais terminados, mas o volume é pequeno ainda. Essa semana o estado registrou bons volumes de chuvas generalizadas, na qual tem relatos no norte do estado de volumes acima de 200 mm em apenas um dia.

De acordo com o Diretor da Famasul, Frederico Stella, as pastagens em condições favoráveis permitem que os pecuaristas negociem com cautela os animais. “Com os pastos dando suporte, os produtores rurais têm a oportunidade de segurar esses animais e ir vendendo aos poucos, que o certo a se fazer para não causar uma pressão na oferta”, relata.  

A liderança destacou que o mercado está ‘morno’ sem a pressão de oferta e com as indústrias retraídas nas compras. “Isso demonstra que o mercado está meio lento neste início de ano como já é de costume. O boi gordo está variando entre R$ 185,00/@ a R$ 190,00/@, sendo que os grandes frigoríficos pagam à prazo e os menores à vista”, comenta.  

A expectativa é que os preços continuem firmes nos atuais patamares. “Os atuais preços são excelentes e remuneram os pecuaristas, mas chegamos a trabalhar com valores muitos maiores do que vistos hoje em que chegamos a negociar acima dos R$ 220,00/@”, afirma.

Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Jose Carlos Seixas São Felix do Xingu - PA

    Tá aparecendo tanto boi... que o preço hoje subiu lá em Campo Grande.

    3
    • Eduardo Ferraz Pacheco de Castro Cuiabá - MT

      Em Cuiabá, desde o início do ano, o preço da arroba no balcão do Frigorífico já subiu R$ 2, desde 1.o de janeiro.

      3