Boi magro tem valorização de 42% em 12 meses enquanto boi gordo sobe apenas 21% no mesmo período

Publicado em 16/04/2020 12:42 e atualizado em 16/04/2020 20:25 2433 exibições
Felippe Reis - Analista da Scot Consultoria
Preço elevado da reposição pode impactar negativamente no volume de animais confinados em 2020

Podcast

Mercado do Boi Gordo - Entrevista com Felippe Reis - Analista da Scot Consultoria

Download

LOGO nalogo

A expectativa de mercado é que as referências para os animais mais jovens devem permanecer estáveis ou com leves baixas nas próximas semanas. Segundo o levantamento realizado pela a Scot Consultoria, o confinamento deve ficar em 5 milhões de cabeças neste ano. 

De acordo com o Analista da Scot Consultoria, Felippe Reis, os animais de reposição registraram fortes valorizações nos últimos doze meses. “O boi magro teve um aumento de 42% nos preços, enquanto, o boi gordo teve um incremento de 20% no mesmo período analisado”, relata. 

Para os pecuaristas que pretendem confinar os animais no segundo semestre, as contas ficam muito apertadas já que o contrato futuro de outubro está  ao redor de R$ 190,00/@. “Segundo as nossas contas, a arroba deveria estar cotado a R$ 210,00 a R$ 215,00 para remunerar o produtor rural. No entanto, o mercado de reposição está andando de lado diante da disseminação do coronavírus no Brasil”, aponta. 

Em algumas regiões do Brasil não está ocorrendo negociações por conta dos leilões não estarem funcionando. “Alguns leilões estão sendo realizados virtualmente e os preços estão estáveis refletindo o cenário do mercado já que a oferta de animais jovens está limitada e a expectativa é que tenha uma baixa disponibilidade para o resto do ano”, comenta. 

O analista destaca que tem ocorrido uma redução do tempo do ciclo pecuário nos últimos vinte anos. “Um ciclo que antes demorava entre sete e oito anos, agora, tem uma dura em torno de três a cinco anos. Acredito que a partir de 2022 vamos ter um mercado de reposição mais calmo e mudança de ciclo”, aponta. 

Com relação às pastagens, Reis acrescenta os pastos estão perdendo qualidade com a redução das chuvas. “Os pecuaristas ainda conseguem manter os animais nas fazendas, mas com a seca se aproximando podemos ter uma baixa de preços mais intensa para os animais de reposição”, diz.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

3 comentários

  • Alvaro Andrade Biollo

    Moro em Maringá, tenho bois nelore de 12 a 13 @ e não há compradores por mais de 185 reais -- que é o preço do boi gordo..., mas pedem por um bezerro desmamado R$ 1.850,00 pesando 7,5 @ ... aí vendo um boi de 12 @ por R$ 2.200,00 e compro um de 7,5 por R$ 1.850,00!? por isso estarei saindo da atividade... Boi só da lucro para atravessador.

    4
    • Carlos William Nascimento Campo Mourão - PR

      Enquanto a Polícia Federal não botar na cadeia os irmãos Batista, o setor agrícola do país vai ficar neste sofrimento. Tem que enjaular este povo pago por eles para ficar emitindo falsos relatórios e estimativas de safra para segurar os preços. Tem muita canalhice neste meio. Dizem que tem investigação em andamento... Tomara.

      2
    • elcio sakai vianópolis - GO

      Bezerro está caro devido a falta de produto e por estar no período de reposição. No estado de Goiás é normal o preço do bezerro estar firme até junho, que é época onde os bois a pasto já estão acabando. A partir de julho é normal a cotação do bezerro cair. Alvaro, no seu caso que faz a recria, talvez você esteja entregando um ótimo produto, porém numa época em que não esteja no seu auge de valorização. Estado e região diferente da minha, veja qual época o confinamento há maior procura do seu produto. Minha opinião. Espero que te ajude.

      5
    • Alvaro Andrade Biollo

      Caro Elcio, a época de comprar boi magro para confinar aqui na região começa agora, mas como disse não tem sentido o mercado...

      1
  • Eduardo Ferraz Pacheco de Castro Cuiabá - MT

    Em 12 meses: Reposição sobe 42% e Arroba @ do Boi sobe 21%.

    Simples conclusão! A Reposição é regida pelo Livre Mercado. O preço da Arroba é regido pelo Cartel da Trindade Frigorífica Brasileira.

    1
  • Aloísio Brito Unaí - MG

    Penso que estamos em um cenário jamais vivido por nós, pessoas com idade abaixo de 90 anos. Portanto, qualquer estimativa é mera especulação. Custos de confinamento não dependem só da reposição. Tem o maior percentual na planilha de custos, mas o milho vai em queda livre. Entretanto, as chuvas ainda estão expressivas nas principiais regiões produtoras de bovinos, algo que também está fora da curva de estimativas. Então aguardemos mais tempo para tentarmos vislumbrar qualquer cenário mais acertivo.

    1