China pressiona e fecha novos contratos com redução na tonelada da carne. Manobra de frigoríficos consegue manter rentabilidade

Publicado em 31/07/2020 12:55 e atualizado em 01/08/2020 09:07 2564 exibições
Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos
Oferta restrita de animais deve se manter até o final de agosto e preços da arroba seguirão sustentados

Podcast

Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

 

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, a maioria dos estados brasileiros se encontra em um nível precário de oferta de animais. “Hoje, a oferta está dando um baile na indústria já que não tem o animal pronto para atender todos os frigoríficos que estão precisando comprar. Com isso, a pressão nos preços está altista”, afirma.

Atualmente, as referências para o estado de São Paulo para o boi comum estão próximas de R$ 225,00/@ e o Boi China a R$ 230,00/@. “No curto prazo, a oferta deve seguir restrita até o final do mês de agosto. A expectativa é que tenha um fluxo mais continuo a partir de setembro e outubro”, destacou.

Em algumas localidades do estado de São Paulo, os boitéis estão completos e a entrada de animais para confinar está aumentando. “A saída de boi de cocho pode deixar os preços para a arroba estáveis em algum determinado valor. Eu acredito que apenas o confinamento não sustenta uma demanda atual que estamos tendo”, relata.

Os atuais patamares do dólar ao redor de R$ 5,20 ajuda as indústrias exportadoras e os resultados das exportações estão em volumes recordes. “As ofertas de preços maiores sempre são observadas no boi China, pois as indústrias que são habilitadas têm condições de pagar preços maiores para a arroba e manobrar a carne no atacado”, informou.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Luiz Ribeiro Villela São Paulo - SP

    Prezados srs: O titulo (manchete) fala em pressão e redução. Porem o texto não diz isso. Em quem devo acreditar?

    0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Todo jornalista e' como galinha que cacareja para avisar a postura... Ou seja, se o conteudo do artigo e' honesto, VALEU

      0