Escalas de abate em SP aumentam com maior participação de bois do MS; arroba segue estável

Publicado em 11/08/2020 12:24 e atualizado em 11/08/2020 15:19 2018 exibições
Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX
Exportações de carne já representam 40% do total produzido no país

Podcast

Entrevista com Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

As programações de abate no estado de São Paulo evoluíram nas últimas semanas com a participação dos animais do Mato Grosso do Sul. Atualmente, a média das escalas de abates está em torno de 10 dias úteis e as referências para a arroba seguem sustentadas e estáveis, com preços para o boi comum a R$ 225,00/@ e o boi China a R$ 230,00/@.  

Segundo o Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX, Caio Toledo Godoy, as vendas de carne bovina durante o final de semana foram muito boas, o que já era esperado com a comemoração do dia dos pais. “Qualquer notícia positiva no mercado interno acaba sendo muito boa para o setor. As indústrias estão negociando conforme aparece o consumo interno”, afirma.

Do lado da oferta, o consultor destaca que os animais de primeiro giro do confinamento estão começando a aparecer no mercado. “Aos poucos estão observando a oferta aumentar, mas é preciso acompanhar o comportamento da demanda para ver se os preços vão ser pressionados negativamente”, relata.

Com relação à demanda externa, as exportações de carne bovina in natura na primeira semana de agosto seguem aquecidas com as compras chinesas. “Hoje, 40% do que é produzido no Brasil está indo para fora do País e esse número é muito elevado se comparado com o histórico”, comenta.

Para mais detalhes confira a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário