Concentração da oferta de animais confinados deve ocorrer em outubro, mas a demanda é quem vai definir preços da arroba

Publicado em 25/09/2020 12:49 e atualizado em 25/09/2020 14:51 2348 exibições
Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX
Mesmo com a oferta concentrada em outubro, volume total de animais confinados será 32% menor que a capacidade estática dos confinamentos

Podcast

Entrevista com Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

A saída de animais do confinamento deve ganhar força a partir de outubro, mas a expectativa do mercado é que o aumento da oferta de animais não impacte na formação dos preços da arroba. Já que o volume de animais confinados neste ano é 32,5% menor que a capacidade estática dos confinamentos.

O Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX, Caio Toledo Godoy, destacou que os preços da arroba seguiram firmes ao longo desta semana. “No início da semana, o mercado estava aquecido e depois no meio da semana deu uma esfriada. Alguns frigoríficos estão tentando comprar animais com R$ 5,00 abaixo da referência, mas o cenário é de firmeza”, relata.

No estado de São Paulo, as referências para a arroba estão ao redor de R$ 245,00/@ para animais que atendem ao mercado interno. Já os animais com premiações têm negócios ocorrendo a R$ 250,00/@. “O diferencial de base para os demais estados está curto como vemos no Mato Grosso do Sul, mas algumas localidades registraram quedas nos preços da arroba”, comenta.

O consultor aponta que os preços da carne bovina no atacado não devem registrar novos patamares, uma vez que o auxílio emergencial foi reduzido e que uma parcela das pessoas que receberam a ajuda do governo ainda não gastou. Atualmente, as indústrias estão operando com 73% da capacidade que pode abater por dia.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário