Vaca Louca: Faemg confirma que caso suspeito é do Norte de Minas e ocorreu em animal com mais de 10 anos

Publicado em 03/09/2021 12:11 e atualizado em 03/09/2021 15:43
Altino Rodrigues Neto - Superintendente técnico do Sistema Faemg
Superintendente diz que processo de investigação já está em fase de contraprova e deve ter resultado divulgado no máximo, no início da próxima semana

Podcast

Entrevista com Altino Rodrigues Neto - Superintendente técnico do Sistema Faemg sobre o Caso vaca louca

Logotipo Notícias Agrícolas 

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG) informou ao Notícias Agrícolas  que o caso Encefalopatia Espongiforme Bovina (“doença da vaca louca”) ocorreu no norte de Minas Gerais em um animal com mais de 10 anos. O processo de investigação está em fase de contraprova e o resultado deve ser divulgado no máximo no início da próxima semana. 

De acordo com o Superintendente técnico do Sistema Faemg, Altino Rodrigues Neto, o animal foi abatido em um frigorífico situado em Belo Horizonte. “O Ministério coletou todas as informações desse animal do tipo de alimentação até a propriedade, mas é muito difícil sermos surpreendidos com o caso da vaca louca clássica”, comentou. 

Além do controle de sanidade nas propriedades é realizado uma avaliação nas indústrias frigoríficas. “Após a suspeita o animal já foi retirado do mercado e enviado para o laboratório e isso nos tranquilizou. Após a coleta do material é enviado para um laboratório certificado, que a princípio está localizado na Alemanhã”, informou. 

Se o resultado do exame der positivo, a propriedade será rastreada e todos os animais vão ser observados. “Nós acreditamos que deve ser um caso atípico e a doença não é transmitida para outros animais, porém a propriedade vai ser acompanhada por um período conforme estabelece as normativas no Ministério da Agricultura”, reportou. 

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário