Café de qualidade consegue preços até R$120,00/saca acima do produto tradicional e garante renda em momentos de preços baixos

Publicado em 18/07/2018 13:10 e atualizado em 18/07/2018 14:01
346 exibições
Cafeicultor do Sul de Minas coloca a propriedade de 12 ha a venda com falta de interesse dos filhos em tocar o negócio
Amadeu Bordini - Cafeicultor de São Pedro da União/MG

Podcast

Entrevista com Amadeu Bordini - Cafeicultor de São Pedro da União/MG, Produtor de café de Minas Gerais abandona cultivo

Download

 

LOGO nalogo

Em São Pedro da União (MG), o cafeicultor Amadeu Bordini aposta na diferenciação da produção com um café de melhor qualidade, o que ele destaca ser importante para obter rendimento nos negócios.

Um café de boa qualidade, tipo cereja descascado, é vendido por valores muito mais altos do que os demais tipos. Segundo Bordini, esse é o "café que ele mais gosta de fazer".

Atualmente, um café deste tipo com alta pontuação é vendido até a R$570. Quanto maior for a pontuação, maior é o valor recebido.

Contudo, com problemas de saúde, o cafeicultor está desistindo da profissão, após 18 anos. Os filhos não devem dar continuidade ao negócio, de forma que ele colocou à venda a sua propriedade de 12 hectares, com 9 hectares de café (37 mil pés).

Para o novo dono da propriedade, ele promete manter a safra atual de café e oferecer um apoio para a produção de um café de qualidade.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário