Café: NY reage aos números da Conab e contratos futuros voltam cair

Publicado em 16/01/2020 14:49 e atualizado em 16/01/2020 15:49
1249 exibições
Preços ainda não são suficientes para produtor ter lucros relevantes; analista acredita que cenário é de baixa em NY para os próximos dias
Haroldo Bonfá - Analista de mercado e diretor da Pharos Consultoria

Podcast

Entrevista com Haroldo Bonfá - Analista de mercado e diretor da Pharos Consultoria sobre o Mercado do Café

Download

LOGO nalogo

A Bolsa de Nova York (ICE Future US) voltou a registrar baixas nos contratos futuros do café arábica após ser divulgado nesta quinta-feira (16) o  1º Levantamento da Safra 2020 de Café que mostra que o país poderá colher entre 43,2 e 45,98 milhões de sacas beneficiadas de arábica e entre 13,95 a 16,04 milhões de sacas de conilon. Divulgado nesta quinta-feira (16) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

Para o analista de mercado Haroldo Bonfá, da Pharos Consultoria, os números divulgados vão de encontro com os dados sobre a exportação de café brasileiro em 2019, quando o Brasil exportou mais de 40,6 milhões de saca e bateu o recorde histórico de exportação. Segundo Haroldo, os dois dados tendem a fazer com que os preços continuem registrando baixas em Nova York. 

Haroldo destaca que os números de exportação são positivos porque indica que o Brasil continua sendo o grande pioneiro e também que o consumo mundial da bebida tem aumentado de maneira expressiva. O analista acredita que até a colheita da próxima safra - entre maio e junho - o mercado poderá ver um cenário mais apertado entre oferta e demanda, devido aos altos números de exportação e consumo. 

Veja a entrevista completa no vídeo acima

 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário