Café: Mercado espera por novidades, já de olho na safra 2020/21 e NY tende a operar sem grandes movimentações nos próximos dias

Publicado em 07/02/2020 14:34
1194 exibições
Desde o início do ano os preços de café entraram em uma sequência de quedas e vários fatores têm influenciado as operações em Nova York.
Fernando Maximiliano - Analista de Café – INTL FCStone

Podcast

Mercado do café - Entrevista com Fernando Maximiliano - Analista de Café – INTL FCStone

Download

LOGO nalogo

A semana do café foi marcada por queda expressiva na segunda-feira (3) após novas estimativas de safra serem divulgadas e Nova York (Ice Future US) registrar quedas de mais de 300 pontos. Desde então, as movimentações têm sido técnicas e o mercado não registra grandes variações, aguardando por novidades no setor. 

De acordo com Fernando Maximiliano - Analista de Café – INTL FCStone, desde o início do ano os preços de café entraram em uma sequência de quedas e vários fatores têm influenciado as operações em Nova York. "O mercado já está precificando a próxima safra, que é esperado que seja uma grande safra", afirma. 

No ponto de vista internacional, informações sobre o fim da colheita no Vietnã - pressionando os preços técnicos, auxiliaram as baixas. E no ponto técnico, os relatórios mostram uma redução nos contratos e também a valorização do dólar, que acaba impactando diretamente nos preços em Nova York. 

Diante do cenário, tanto o mercado internacional quanto mercado físico brasileiro têm tido dias travados, sem muitos negócios sendo fechados. Para o analista, dois fatores influenciariam altas nos preços, o primeiro seria uma recuperação do real e o segundo, seria a safra brasileira confirmar que a produção pode ser abaixo das estimativas do último mês. 

Veja a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário