Fim da estiagem no Oeste da Bahia com bons volumes de chuva para esta semana.Agora é a vez da região Sul passar por periodo seco

Publicado em 20/01/2020 14:47 e atualizado em 20/01/2020 15:24
2107 exibições
Boas chuvas são previstas para toda metade norte do país
Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

Podcast

Entrevista com Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre Previsão do Tempo

Download

LOGO nalogo

As condições começam a mudar e a previsão indica que as chuvas devem chegar até oeste da Bahia nos próximos dias. Segundo Francisco de Assis Diniz - chefe do Centro de Análise, nos próximos seis dias os volumes tendem a ser mais expressivos na região. Produtores da região oeste da Bahia vêm enfrentando problemas nas lavouras de soja devido a irregularidades de chuvas e falta de água no solo. 

O modelo Cosmdo do Inmet, indica volume expressivos para o Sudeste do Brasil nos próximos dias. Segundo Francisco, as chuvas devem acontecer devido uma grande área da convergência da umidade que deve atingir Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia, com chuvas acima de 150 milímetros no acumulado de seis dias. De acordo com Francisco, o Inmet emitiu um alerta de chuvas intensas para a região do Espírito Santo, que já começa a valer a partir da próxima terça-feira (21). 

Já na região sul do país, o cenário é oposto e produtores devem enfrentar mais um período sem chuvas expressivas, sobretudo no Rio Grande do Sul onde a situação também é mais crítica devido a falta de chuvas. 

Veja o mapa de previsã da precipitação acumulada nos próximos sete dias em todo o Brasil:

6 dias - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Previsão estendida para todo o Brasil

No período de 20 de até 28 de janeiro, o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), prevê chuvas em maiores volumes nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e parte do Nordeste. 

Segundo o NOAA, neste período os volumes tendem a continuar expressivos em todo o Sudeste, com precipitações entre 125 e 150 milímetros. Algumas áreas podem ter acumulados de mais de 200 mm. No Centro-Oeste e Nordeste, os volumes tendem a ficar entre 90 e 100 milímetros.

Já no período entre 28 de janeiro e 5 de fevereiro, o NOAA indica que as condições de chuva devem começar a descer ao sul do país. Neste período, as chuvas tendem a ficar entre 80 e 100 mm no Paraná e em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul, os volumes tendem a continuar mais baixos, de até 40 mm no no norte do estado. 

Veja o mapa de previsão estendida para todo o Brasil: 

 NOAA
Fonte: Inmet 

 

 

 

Por: Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário