Chuvas previstas para esta semana no RS serão volumosas, porém muito rápidas

Publicado em 16/03/2020 12:28 e atualizado em 16/03/2020 16:09
5979 exibições
Frente fria deve ficar menos de 24 horas sobre o estado do RS e após as chuvas, temperaturas voltam a subir
Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

Podcast

Entrevista com Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre o Previsão do Tempo

Download

LOGO nalogo

A previsão do tempo indica a aproximação de uma nova frente deve avançar para o sul do país, podendo voltar a chover no Rio Grande do Sul onde produtores enfrentam problemas severos devido à falta de chuva e altas temperaturas. 

De acordo com Francisco de Assis Diniz, a tendência é que as chuvas mantenham o padrão do que vem acontecendo desde o início de 2020 ou seja, passando de maneira muito rápida por toda a região sul, sobretudo no Rio Grande do Sul. Nos últimos cinco dias choveu apenas no extremo sul do Rio Grande do Sul, ficando o restante da região sul do país sem chuvas. 

Segundo os modelos do Inmet, a partir de quarta-feira começa a chover no RS. "Algumas áreas apresentam chuvas significativas, na faixa de 40 e 50 milímetros em algumas áreas", destaca. Afirma ainda que a região central do estado os volumes tendem continuar recebendo chuvas fracas. 

Já na quinta-feira, os modelos apontam que as chuvas seguirão para Santa Catarina e Paraná, também com previsão de precipitação entre 40 e 50 mm, passando de maneira rápida pelos dois estados. 

Produtores também enfrentam problemas devido às altas temperaturas nas lavouras. Segundo Francisco, um dia após a passagem da chuva a tendência é que as temperaturas registrem baixas de poucos graus no período. É previsto ainda que nos dias seguintes, que as temperaturas voltem a registrar temperaturas elevadas. 

Outras regiões

A semana inicia com muita chuva para Centro-Norte do país, mais uma vez com destaque para áreas de produção agrícola na região do Matopiba. As previsões apontam ainda a possibilidade do avanço de uma nova chuva para o Rio Grande do Sul no meio da semana. 

Segundo a meteorologista Naiane Araújo, vários fatores influenciam as chuvas na região Norte do país, entre eles estão a Zona de Convergência em forte atuação, umidade elevada e ventos nos altos índices da atmosfera. Todos os sistemas, de acordo com Naiane, são característicos da estação. 

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta precipitações entre 20 e 40 milímetros nas próximas 24 horas no Maranhão e parte do Piauí. Os modelos apontam ainda chuvas de até 30 mm para no norte do Tocantins. Há possibilidade de chuvas também para o oeste da Bahia, porém com volumes mais baixos quando comparados com as demais áreas do Matopiba. 

Os volumes devem ser ainda mais intensos no estado do Pará, onde são esperados acmulados de até 60 milímetros em algumas regiões. Também chove nas demais áreas do estado, porém com volumes entre 20 e 30 milímetros de precipitação.

Veja o mapa de previsão de precipitação para todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Por:
Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário