Novo ciclone deve se formar na próxima semana e atingir partes do RS e SC, mas terá menor intensidade do que o último registrado

Publicado em 03/07/2020 13:42 e atualizado em 04/07/2020 17:55 5752 exibições
Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet
Fenômeno deve provocar chuvas intensas na região sul do país e os ventos podem atingir até 80 km/h

Podcast

Entrevista com Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre a Previsão do Tempo

Download

LOGO nalogo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) monitora a formação de um novo ciclone, que tem como tendência atingir partes do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Segundo as primeiras previsões, o novo ciclone deve ter menor intensidade do que o último registrado durante esta semana e deixou rastros de destruíção pelo sul do Brasil. 

Francisco de Assis Diniz, meteorologista do Inmet, explica a época do ano é favorável para a formação do sistema e que o ciclone deve se formar entre segunda e terça-feira, mas com intensidade mais fraca e com previsão de atingir apenas a costa leste do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, sendo previstos ainda ventos de até 80 km/h. 

O meteorologista explica que o ciclone deve se formar na região do Rio Grande do Sul, mas a atuação com maior intensidade deve ser acontecer no oceano. "Os ventos mais fortes deve acontecer na parte leste do RS e parte do oceano, ficando na faixa de 70 a 80 km/h. No decorrer do dia a gente tem ventos mais significativos pegando Santa Catarina e Paraná", afirma. 

O também deve aumentar as condições de chuvas no sul do Brasil. De acordo com o modelo Cosmo do Inmet, aponta chuvas para o Rio Grande do Sul já no domingo (5), aumentando os volumes previstos para Santa Catarina e RS na segunda. "A diferença em relação ao anterior é que esse vai manter as condições de chuvas intensas para o RS e SC, porém com ventos mais fracos e não com aquela intensidade", destaca. 

Final de semana 

A tendência é que as temperaturas continuem baixa e o Inmet já confirmou a formação de novas geadas com intensidade forte para a próxima madrugada. O modelo de previsão de geadas do Inmet aponta ainda a possibilidade de geadas para o extremo sul do Mato Grosso do Sul, parte de São Paulo e extremo sul de Minas Gerais. A intensidade para essas regiões é indicada como fraca pelo Instituto.

O mapa de previsão de temperatura do Inmet indica que todo o Rio Grande do Sul deve ficar com temperaturas entre 4 e 6 graus nas próximas 24 horas. A tendência é a mesma para todo o estado de Santa Catarina. Já no Paraná, conforme indicado por Andrea, apenas o extremo sul deve ficar com mínimas entre 4 e 6 graus, as demais áreas do estado devem ficar com temperatura entre 10 e 16 graus. 

Apenas o extremo sul do Mato Grosso do Sul deve manter as temperaturas mais baixas entre 14 e 16 graus, as demais áreas do estado debem ficar com temperatura entre 18 e 22 graus. Já no Sudeste, é esperado temperatura entre 10 e 14 graus apenas no extremo sul e a região leste. 

Veja o mapa de previsão de temperatura para as próximas horas em todo o Brasil: 

93 horas temperaturas Inmet 0307

 

Por:
Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário