HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Inmet analisa inverno 2021 e destaca setembro com volumes de chuvas abaixo da média no CO, podendo atrasar início do plantio

Publicado em 21/06/2021 15:13 e atualizado em 21/06/2021 17:24 3012 exibições
Francisco de Assis Diniz - Meteorologista do INMET
Frio deve se concentrar no Centro-Sul do país enquanto chuvas abaixo da média devem ocorrer na faixa central do Brasil

Podcast

Previsão do Tempo com Francisco de Assis Diniz - Meteorologista do INMET

Download

LOGO nalogo

Começou oficialmente nesta segunda-feira, dia 21 de junho, o inverno no Hemisfério Sul. A estação é marcada pelo período menos chuvoso das regiões Sudeste, Centro-Oeste e parte da região Norte e Nordeste do Brasil, enquanto as maiores quantidades de precipitação concentram-se sobre o noroeste da Região Norte, leste do Nordeste e parte da Região Sul do Brasil.

De acordo com Francisco de Assis Diniz, meteorologista do Inmet, os modelos sinalizam que a primeira semana do inverno será marcada por chuvas e umidade na região Sul do Braisl, diminuindo assim os riscos de geadas em toda área. 

A atualização do modelo de previsão estendida, divulgada nesta segunda-feira (21) pela Administração Atmosférica e Oceânica (NOAA) também prevê chuvas apenas para o sul do Brasil nos próximos dias. No período entre 21 e 29 de junho, o NOAA indica precipitação entre 80mm e 100mm no Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina, a tendência é de chuvas entre 60mm e 70mm e previsão de chuvas com volume mais baixo no extremo sul do Paraná. 

Entre os dias 29 de junho e 7 de julho, o NOAA mantém a umidade na região sul do Brasil, com previsão de precipitação entre 40mm e 50mm nos três estados, com destaque para Rio Grande do Sul e Santa Catarina que mais uma vez devem receber os maiores volumes. O modelo mostra ainda a possibilidade do retorno da umidade em áreas pontuais do Mato Grosso do Sul no período.

Veja o mapa de previsão estendida para todo Brasil: 

NOAA - 210621
Fonte: NOAA 


 

Segundo Assis, em relação a precipitação durante o inverno - julho/agosto/setembro, a tendência é da permanência do tempo seco no Centro e Sudeste do Brasil, condição que deve ser mantida durante o inverno deste ano, sobretudo nos meses de julho e agosto. Os modelos mostram chuva ligeiramente acima da média em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. 

Já para o mês de agosto, os modelos mostram chuva pouco abaixo do normal em toda a região Sul do Brasil. Já em Setembro, mês que marca o retorno da estação chuvosa, os modelos mostram a tendência de chuva em boa parte do Brasil Central. "Grande parte do Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e São Paulo a gente está vendo que pode chover abaixo da climatologia", alerta. 

Em relação a previsão de temperatura, no mês de julho é esperado temperaturas máximas ligeiramente acima do normal no Brasil Central. "É um julho mais quente em boa parte do mês", acrescenta. Para o mês de agosto, Assis afirma que se mantém a chance de temperaturas mais elevadas em boa parte do país, inclusive na região Sul. Em setembro, como é característico da época, a tendência é do retorno da elevação nas temperaturas máximas. 

Veja a previsão completa no vídeo acima

 

 

Por:
Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário