DA REDAÇÃO- Boi Gordo: vendas melhoram no final de semana, mas volume não é suficiente para elevar valor da arroba

Publicado em 20/12/2011 13:45 e atualizado em 20/12/2011 17:52 398 exibições
Boi Gordo: vendas melhoram no final de semana, mas volume não é suficiente para elevar valor da arroba. Mercado continua pressionado, mesmo com saída de pecuaristas para férias de final de ano. Escalas são de até 5 dias, com dias alternados na agenda de abate.
Mercado do boi gordo segue com poucos negócios concretizados e ainda com pressão negativa sobre os preços da arroba. Em São Paulo a referência segue em R$ 98,00/@, à vista e R$ 99,00/@ a prazo. As escalas atendem de 4 a 5 dias, em média, com dias alternados na agenda de abate. De acordo com o analista da Scot Consultoria, Hyberville Neto, os preços de balcão hoje mostraram-se menos agressivos, porém ainda há constantes testes para recuo.

De acordo com ele, as vendas no mercado de carnes apresentaram leve recuperação neste último final de semana. Entretanto, o volume não é suficiente para elevar valor da arroba. " De qualquer forma, ainda há estoques no mercado atacadista e não foi uma inversão de tendência, foi mais um ajuste mesmo a princípio. Continuamos com tentativas de pagar menos pela arroba", confirma.

A expectativa é de que a pressão baixista prossiga já que muitos frigoríficos estão com escalas fechadas para esta e a próxima semana. Por outro lado, o pecuarista tende a diminuir suas vendas neste período de final de ano e isto pode encurtar a oferta em algumas plantas. "Isso pode segurar um pouco essa pressão, mas de um modo geral o mercado segue com uma oferta melhor do que nós vínhamos observando e a demanda não tem colaborado" completa.

 
Embragos Russos

De acordo com informações do Ministério da Agricultura, o embargo russo a 26 frigoríficos brasileiros de aves parece estar chegando ao fim. Já os embarques de bovinos e suínos do Brasil ainda aguardam liberação do governo russo para a retomada dos negócios. "A liberação de uma dessas proteínas pode trazer expectativas boas quanto as outras", acredita.

Entretanto, a possível reversão do embargo para a carne bovina não deve trazer reflexos para o mercado do boi gordo no curto prazo. No início do ano, as compras russas tendem a ficar mais lentas devido aos entraves no sistema de logística diante do congelamento dos portos no período de invernada no país.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário