DA REDAÇÃO: Com escassez de chuvas, lavouras da safra 2011/12 de soja já têm perdas de até 10% na região de Chapadão do Sul- MS

Publicado em 20/12/2011 13:45 e atualizado em 21/12/2011 10:27 848 exibições
Safra 2011/12: região de Chapadão do Sul (MS) tem lavouras ameaçadas pela seca de mais de 20 dias. Previsão de chuvas para os próximos dias não é suficiente para resolver problema. Produtores já pensam em eliminar safrinha de milho para continuar plantio da soja.
As lavouras da safra 2011/12 de soja na região de Chapadão do Sul- MS, estão sendo afetadas, em maior e menor grau pela escassez de chuvas e até a mesmo pela irregularidade destas para a atual época do ano. De acordo com o presidente do sindicato rural do município, Rudimar Borgelt, as perdas até o momento já são estimadas em até 10%.

De acordo com ele, o volume pluviométrico na maior parte da região atingiu apenas a marca dos 5 a 10 milítmetro, nível bastante inferior ao estimado para época. O intervalo entre uma precipitação e outra tem média de 12 a 15 dias, com pico de até 20 dias em algumas localidades.

As perdas para as lavouras de milho também são expressivas. De acordo com Borgelt, muitos produtores já pensam em eliminar safrinha de milho para continuar plantio da soja. "O produtor opta por plantar outra cultura porque vê que o prejuízo com certeza vai ser alto... Em pelo menos 50% da área o produtor rural já manifestou erradicar em função do estado da lavoura", diz.

Bolgelt acredita que somente chuvas em altos volumes, em torno de 50 a 60 milímetros, seriam capazes de amenizar as perdas no cultivo. Mesmo com a  previsão do retorno das chuvas nos próximos dias, o volume não deve ser suficiente para resolver problema.

A área de Chapadão do Sul detém cerca de 70 mil de hectares para o plantio de soja, 18 mil e 20 mil hectares destinados ao plantio de milho e algodão, respectivamente.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário