DA REDAÇÃO: Estiagem nas principais áreas cultivadas com milho no RS já soma perdas irreversíveis de 25%

Publicado em 22/12/2011 14:16 e atualizado em 22/12/2011 16:00 470 exibições
Safra 2011/12: estiagem nas áreas do norte, noroeste e parte do planalto do RS de milho já soma perdas irreversíveis de 25% no total da produção. Em mais um ano, produtores irão amargar o prejuízo financeiro. Para a soja, chuvas são esperadas ainda para este final de semana.
A estiagem traz prejuízos severos para as lavouras de milho do Rio Grande do Sul. Até o momento já há uma quebra de 25% da estimativa de produção do Estado, percentual equivalente a mais de 1 milhão de toneladas. A situação deve se agravar se não houver incidência de chuvas nos próximos dias.

A região norte, noroeste e parte do Planalto do Estado, áreas com mais da metade de todo o milho cultivado no Estado, são as mais afetadas pela seca. " Muitas lavouras já estão com perdas totais e irreversíveis, inclusive, há algumas áreas já destruídas para fazer uma nova planta", comenta o diretor da Farsul, Jorge Rodrigues.

Já a situação da soja é menos preocupante no Estado. A maioria das lavouras encontram-se em fase de crescimento vegetativo inicial e com boa resistência à seca. "Estamos com uma expectativa  para que o final de semana tenha chuva e vindo essa chuva a soja recupera", acredita.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário