DA REDAÇÃO: Chuvas minimizam perdas nas lavouras de soja do Noroeste do Paraná

Publicado em 02/01/2012 13:24 e atualizado em 02/01/2012 14:36 1026 exibições
Noroeste do Paraná recebe boas chuvas nesse último final de semana . Mas perdas são consideradas irreversíveis em muitas propriedades.
Na quinta-feira (29) e sexta-feira (30), a chuva que caiu sobre a região de Goioerê (em torno de 60 milímetros) ajudou a minimizar as perdas nas lavouras de soja, que já vinham sofrendo com a seca há mais de 40 dias em algumas localidades.

Para as lavouras mais novas, as precipitações são muito bem-vindas. Já para as que se encontram em fase de granação, as chuvas devem apenas amenizar os efeitos negativos da escassez de água. O ideal seria que houvesse chuvas a cada cinco ou seis dias, “para voltar a reserva hídrica dos solos”, explica Zezé Sismeiro, presidente da Sociedade Rural de Goioerê.

Sismeiro estima uma redução de 35 a 40% na produtividade, tendo em vista a produção total esperada antes da incidência dos problemas climáticos (150 sacas por alqueire). Na região de Goioerê, a soja predomina,representando 90% da área plantada frente aos 10% ocupados pelo milho.

Por:
Aleksander Horta e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário