DA REDAÇÃO: Estiagem, problemas no escoamento e volta às aulas devem impactar preços do leite em fevereiro

Publicado em 10/01/2012 10:33 e atualizado em 10/01/2012 12:14 598 exibições


Leite: Chuvas em Minas Gerais e secas no Sul do Brasil influenciam volume ofertado de leite. Preços devem seguir em queda em janeiro e recuperação deve acontecer no pagamento de fevereiro.
A captação de leite em todo país vem crescendo nos últimos meses, de acordo com dados do Cepea.  No entanto, em janeiro algumas regiões afetadas pelas chuvas sofrem problemas em suas estradas e no escoamento da produção, que impacta diretamente no índice de captação.

Para janeiro, a expectativa ainda é de queda ou preços estáveis, dependendo do menor volume ofertado. Além da menor captação, volta às aulas deve influenciar fortemente nos preços.
Apesar das dificuldades de escoamento na Zona da Mata mineira, a menor captação não é suficiente para afetar os preços médios.

A estiagem no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina também deve afetar a captação de leite na região. Os problemas no sul brasileiro, em MG e a volta às aulas deve favorecer uma recuperação nos preços para o pagamento de fevereiro. No entanto, produção de grãos deve ser fator determinante para remuneração do produtor de leite em 2012.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário