DA REDAÇÃO: Chuvas ficam abaixo da expectativa na América do Sul e soja registra alta em Chicago

Publicado em 23/01/2012 13:43 e atualizado em 23/01/2012 15:06 723 exibições
Grãos: Seca na América do Sul, dificuldade para colher no centro-oeste do Brasil e expectativa de melhora no cenário financeiro dão suporte positivo ao mercado nesta segunda-feira. Momento é favorável para escoamento da safra velha.
A previsão de chuvas na América do Sul no último fim de semana não se confirmou e apenas 60% da área produtiva recebeu água e em volumes irregulares. Com isso, a oleaginosa passa e ter fortes altas na Bolsa de Chicago nesta segunda-feira (23), intensificadas pelo dólar mais barato no mercado internacional. Os principais vencimentos sobem para a casa dos US$12/bushel.

Ademais, há o suporte do mercado financeiro e a recuperação do petróleo favorecendo tais altas: “o momento é de suporte no mercado internacional e interno”, confirma Flávio França Jr., analista da Safras & Mercado.

Embora o volume de perdas ainda não esteja claro, estima-se que das 54 milhões de toneladas previstas inicialmente para a safra argentina, somente 50 milhões devem ser colhidas. No Brasil, saem prejudicados Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além do sul do Mato Grosso do Sul.

Diante das incertezas, o analista define o atual momento como bom para fixação de preços, principalmente para a soja da safra velha.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário