DA REDAÇÃO: Feijão vive bom momento diante da baixa na oferta do grão

Publicado em 23/01/2012 13:51 e atualizado em 23/01/2012 16:47 627 exibições
Feijão: Baixa oferta no mercado dá sustentação aos preços. Menor área plantada no sul do país e expectativa de novas chuvas na região centro-oeste devem dar margem a novas altas em fevereiro.
Preços do feijão têm altas de até R$200 por saca. Reação do mercado vem após período complicado de baixas sucessivas em 2011, quando muitos produtores desistiram do grão e passaram a plantar milho.

Em alguns municípios, como Campos Novos (SC), a área plantada sofreu redução de 25 a 30% em relação ao ano passado. A produtividade também caiu 20%. Frentes frias em novembro e estiagem em dezembro e janeiro frustraram a primeira safra da região sul. Já em Minas Gerais e Goiás, o excesso de chuva foi prejudicial à lavoura.

Com oferta reduzida, os preços tornaram-se favoráveis e muitos dos produtores que deixaram a atividade devem, agora, retornar ao cultivo de feijão.

Nesta segunda-feira (23), os preços estiveram pressionados – com cotação entre R$140 e R$150 – pelo aumento da oferta em Minas e Goiás. Mas, de acordo com Marcelo Lüders da Correpar, esse aumento é pontual e deve durar de 10 a 15 dias.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário