DA REDAÇÃO: Suinocultores gaúchos registram aumento nos custos de produção diante do disparo das cotações do milho

Publicado em 23/01/2012 13:56 e atualizado em 23/01/2012 16:43 385 exibições
Suínos: Custo de produção aumenta para o produtor gaúcho diante da alta nas cotações do milho. Grão é leiloado acima do preço mínimo pela Conab e pode inflacionar mercado.
Produtores gaúchos da cadeia suinícola amargam prejuízos diante da alta dos preços dos grãos no sul do país. A seca prolongada na região já trouxe expressivo impacto na produção e consequente a valorização dos preços,  principalmente para o milho, um dos principais insumos usados para a engorda de animais.

De acordo com o presidente da Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul, atualmente o suinocultor da região de Erechim-RS não consegue comprar uma saca de milho por menos de R$ 28. "Isso tem trazido uma preocupação muito grande aos suinocultores", completa.

O programa de vendas em balcão realizado pela Conab objetiva viabilizar o acesso dos criadores ao produto por meio da venda dos estoques públicos. Entretanto, os preços de venda estão acima do preço mínimo, bastante compatíveis com os praticados no mercado, o que não traz alívio para a receita do produtor.

"Eu acho que a Conab tem que buscar o preço de mercado para comercializar seu preço de balcão, mas não pode pesquisar o preço de venda final do milho da coopertiva ou do comerciante... O preço de referência da Conab deve ser o preço que o comerciante ou a cooperativa compra do produtor, caso contrário, acaba inflacionando o preço do milho no mercado", enfatiza.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário