DA REDAÇÃO: Mercado do boi pressionado, sem expectativa de alta para o curto prazo

Publicado em 10/02/2012 13:15 e atualizado em 10/02/2012 16:51 670 exibições
Boi Gordo: semana termina com mercado bastante pressionado, sem expectativa de alta para o curto prazo. Negócios acontecem entre R$ 94 e R$ 97/@ à vista, diante da maior oferta de animais terminados e escalas mais longas. Demanda por carne bovina segue estável.
A pressão negativa continua no mercado do boi gordo no último dia de negócias da semana. A maior oferta de animais para abate dá margem para que os frigoríficos alonguem suas escalas e, consequentemente, prosssigam com tentativas de baixar os preços da arroba.

Em São Paulo, as vendas ocorrem na casa dos R$ 96,00 a R$ 97,00/@. "Os frigoríficos maiores já recuaram até para o noventa e quatro, à vista sem sucesso de compras", comenta o analista de mercado da InterBolsa.

No curto prazo, o analista acredita que o mercado continue pressionado diante do aumento gradativo da oferta de safra. Para São Paulo, estima-se que os preços fiquem em torno dos R$ 94,00 a R$ 96,00, à vista.  

Exportações

De acordo com as informações da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), a receita cambial com a exportação de carne bovina pelo Brasil apresentou uma elevação de 27%, atingindo 400 milhões de dólares na comparação com os 315 milhões de dólares do mesmo mês de 2011. Em termos de volume, o crescimento foi de 23% no período para 86 mil toneladas. No mês de janeiro do ano anterior, as vendas atingiram quase 70 mil toneladas.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário