DA REDAÇÃO: Movimentação dos fundos pode ter provocado queda do café em Nova Iorque

Publicado em 13/03/2012 14:22 e atualizado em 13/03/2012 17:50 906 exibições
Café: mercado precifica safra brasileira a ser colhida, pressionando baixas fortíssimas nas bolsas internacionais. Fundamento de oferta baixa do arábica continua, mas fundos acompanham oscilação do financeiro nas operações em bolsa. Recuperação pode acontecer a partir de setembro.
O cenário atual para o mercado do café na Bolsa de Nova Iorque não tem se baseado apenas nos fundamentos ou na moeda, como era comum. Agora, o volume de recursos de fundos que migram de um produto para outro de acordo com a percepção momentânea que se tem do mercado, pode se tornar responsável por fortes quedas.

Foi o caso do café durante as últimas semanas. Os fundamentos do arábica não explicariam essa recente baixa, já que os estoques tanto nos países produtores quanto consumidores estão muito baixos.

Por outro lado, a visão dos investidores a respeito do Brasil é de que a safra colhida em maio/junho poderá ser grande. “Em tese, esse volume vai criar pressão nos preços internacionais do café arábica", prevê Joaquim Libânio, superintendente de mercado da Cooxupé.

De acordo com ele, os únicos fatores que explicariam o movimento de queda dos preços são a hipótese de uma boa colheita brasileira e também a elevação do dólar, que levou os produtores a aproveitar a oportunidade para vender o café que ainda tinham.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário