DA REDAÇÃO: Arroba do boi gordo deve cair até maio, avalia Alcides Torres

Publicado em 14/03/2012 14:01 e atualizado em 14/03/2012 15:40 577 exibições
Boi Gordo: arroba está enfraquecida e tende a cair até maio, quando bolha da maior oferta da safra tende a acontecer. Recuperação é ensaiada apenas para maio, quando o mercado, teoricamente, estará menos ofertado. Scot promove evento para confinadores em Ribeirão Preto (SP).
Mercado do boi gordo prossegue em baixa diante do aumento da oferta de animais para abate, principalmente de fêmeas. O clima seco no Brasil central têm provocado o aumento da disponibilidade de animais, já que as pastagens degradadas forçam os pecuaristas a escoarem sua produção. "Deu margem de lucro, o pecuarista está vendendo. Ele não espera mais como fazia", comenta o analista de mercado da Scot Consultoria, Alcides Torres.

Para Torres, os preços devem continuar pressionados até a primeira bolha de oferta, que deve acontecer no mês de maio. "A partir daí, um novo cenário com preços em alta. A própria Bolsa está apontando para isso", diz.

Encontro de Confinadores

Nesta quarta e quinta-feria, 14 e 15, acontece o Encontro de Confinamento da Scot Consultoria, em Ribeirão Preto- SP.

O evento reunirá os principais agentes da pecuária brasileira para expor, de forma clara e objetiva, as tendências de mercado. "Neste encontro estamos falando de gestão de mercado, de técnica, de cenários futuros, de dietas de preços dos grãos...", comenta.

Nos últimos 50 anos, o rebanho bovino brasileiro cresceu 278%, os abates 470% e a produção de carne 528%. O avanço foi expressivo em todas as áreas e pecuária brasileira, principalmente, hoje está produzindo mais carne por hectare. "É uma informação que a gente tem que dar porque vemos um monte de gente desinformada dizendo que a pecuária brasileira não é sustentável. Ela é sim, tem muito o que melhorar, mas a gente está fazendo um bom trabalho", defende.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário